Zaki busca parceria com Sanepar e Copel para redução de consumo de água e energia

04 março, 2015
12:29
Por
0
UFPR
Reitor Zaki Akel e o diretor da Sanepar Mounir Chaowiche. Foto: Leonardo Bettinelli

Reitor Zaki Akel e o diretor da Sanepar Mounir Chaowiche. Foto: Leonardo Bettinelli

O reitor da Universidade Federal do Paraná, Zaki Akel Sobrinho, reuniu-se, nestas segunda (02) e terça-feira (03), com os presidentes da Copel, Luiz Fernando Vianna, e da Sanepar, Mounir Chaowiche, para iniciar a formação de uma parceria entre a UFPR e as duas organizações.

Na Sanepar, Zaki ofereceu o conhecimento de ponta acumulado pela UFPR nos campos da inovação, tecnologia e pesquisa em educação e gestão ambiental com dois objetivos: o desenvolvimento de projetos comuns, em benefício da sociedade, e o treinamento/qualificação de servidores públicos.

“Temos agilidade e capacitação técnica para conduzir projetos de interesse da Sanepar e da sociedade com grande eficiência”, comentou o reitor. Ele citou como exemplo de parceria bem sucedida os dez projetos em andamento entre a UFPR e o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT).

Preocupado em otimizar recursos públicos, Zaki também deseja o apoio da Sanepar, assim como da Copel, no desenvolvimento de ações destinadas a economizar água e energia em todos os campi da UFPR. “Gostaríamos que a Sanepar nos ajudasse a detectar vazamentos e a estudar formas de reduzirmos o consumo, evitando desperdícios”, justificou. Chaowiche elogiou a iniciativa. “Nossa equipe está à disposição da UFPR para ajudar no que for necessário”.

reitor explica ao diretor-presidente da Copel ideias voltadas à eficientização da energia (Imagem: Ana Assunção)

reitor explica ao diretor-presidente da Copel ideias voltadas à eficientização da energia (Imagem: Ana Assunção)

Para o diretor-presidente da Copel, a iniciativa da Universidade também se mostrou bastante importante. “Estamos dispostos a contribuir no que for necessário para ações que visem à eficientização do uso de energia”, afirmou Vianna, em referência a chamadas públicas e editais abertos para inscrição de projetos institucionais. Outra oportunidade ainda se mostrou viável durante a reunião: o apoio a pesquisas de professores da UFPR voltadas à inovação de processos energéticos.

De acordo com o reitor, quando entrou para a gestão da Universidade e passou a ter maior conhecimento sobre a administração interna, foram verificados mais de R$ 10  milhões em dívidas relacionadas ao consumo de energia. Prédios e reatores antigos, lâmpadas ineficientes, entre outras situações de desperdício formaram o cenário daquela época. “Agora que temos as contas em dia, podemos otimizar nosso empenho para tornar o consumo de energia cada vez mais inteligente e consciente”, explicou Zaki.

Outras reuniões entre representantes das organizações serão realizadas a fim de detalhamento técnico das parcerias e estabelecimento de metas.

Por Aurélio Munhoz e Jaqueline Carrara

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]