Vestibular dos povos indígenas 2023

11 maio, 2023
13:13
Por Bruna Soares
0
Carrossel

A cada ano uma das universidades é responsável pela organização do vestibular para a Universidade Federal do Paraná e as universidades estaduais, e nesta edição, a aplicação da prova no polo de Curitiba foi coordenada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e a UNESPAR. O vestibular ocorreu nos dias 7 e 8 de maio, sob a responsabilidade do Unicentro – A Universidade Estadual do Centro-Oeste, envolvendo todas as instituições estaduais e a Universidade Federal do Paraná (UFPR), para ingresso no ano letivo de 2023, nos cursos de graduação das universidades públicas.  As provas foram realizadas em sete polos: Mangueirinha, Manoel Ribas, Apucaraninha, Santa Helena, Nova Laranjeiras, Cornélio Procópio e Curitiba. 

Foto: Leonardo Bettinelli

Em alguns polos, o processo de seleção foi aplicado dentro das próprias terras indígenas. 

No primeiro dia, todos os candidatos passam por uma banca com prova oral. “Essa banca é composta por professores e profissionais ligados aos indígenas e ao trabalho com os indígenas. Esta banca avalia o entendimento da proficiência ou da suficiência em relação à língua portuguesa, porque para os indígenas a língua materna pode ser outra, que não o português e eles precisam ter suficiência e autonomia na universidade para poder acompanhar as aulas”, comentou a  coordenadora da Comissão Universidade para os índios (CUIA), Dulcinéia Galliano. 

Já no segundo dia do processo, os candidatos fazem uma  prova objetiva com questões como nos outros vestibulares, com as disciplinas que compõem o ensino médio. O vestibular da Comissão Universidade para os índios (CUIA) faz parte de um programa de estado que completa 20 anos e este ano, é a sua XXI edição. 

Para Isabel Tukana, presidente do instituto e centro de formação étino bio diverso Ângelo Kretã e moradora do território indígena metropolitano de Piraquara, é um sonho entrar na UFPR, cursar biomedicina e ajudar seus parentes. “Na verdade é um sonho bem antigo dentro da área médica, mas também eu vejo que é uma necessidade porque a gente detém o conhecimento da floresta e queremos ajudar os nossos parentes na área da saúde. Então agregar o valor tradicional e o não tradicional, isso pra gente é maravilhoso”. 

Foto: Leonardo Bettinelli

Nas universidades estaduais são  ofertadas 6  vagas suplementares por instituição, e outras 10 para a Universidade Federal do Paraná,  para candidatos pertencentes a etnias indígenas e residentes no Brasil.

“Elas estão além das vagas que as instituições oferecem nos cursos, então eles fazem vestibular para vagas específicas. Com a aprovação e classificação, os primeiros são chamados e escolhem os cursos que eles querem fazer e a instituição para qual vão”, disse a secretária da Comissão Universidade para os índios (CUIA), Deborah Costa. 

Na UFPR foram feitas mais de 800 inscrições, superando a edição passada do vestibular. Para o polo de Curitiba, 53 candidatos foram inscritos. Esses estudantes que prestaram o vestibular receberam auxílio para hospedagem, alimentação e transporte. Essa ajuda vem da Comissão Universidade para os índios (CUIA). Além disso, esses estudantes recebem todo apoio de acolhimento pela Coordenadoria de Políticas Afirmativas, da Superintendência de Inclusão, Políticas Afirmativas e Diversidade (SIPAD), da UFPR. “Acompanhamos  todo o percurso desde o vestibular, a entrada na universidade e a formatura. A universidade destina auxílio permanência e ainda conta com apoio de bolsa do Ministério da Educação (MEC) que hoje está no valor mensal de R$1400.00”, afirma Paulo Vinicius Baptista da Silva, Superintendente da SIPAD.  

O resultado do vestibular sai no dia 31 de maio no site do Unicentro.

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]