UFPR reforça o acolhimento aos estudantes, no início do segundo semestre letivo de 2023

02 agosto, 2023
14:24
Por Juliana Marques
0
Carrossel

As atividades letivas do segundo semestre de 2023 começaram nesta segunda-feira (31) e a Universidade Federal do Paraná (UFPR) reforça a importância de ressignificação da cultura de acolhimento dos calouros – inibindo atitudes violentas, ofensivas e discriminatórias – e relembra os canais de denúncia.

A Pró-reitoria de Assuntos Estudantis vêm desenvolvendo um programa de prevenção às violências, em parceria com o Laboratório de Investigação em Corpo, Gênero e Subjetividade na Educação – LABIN – UFPR/CNPq, que consiste na formação dos/as estudantes à frente dos Centros e Diretórios Acadêmicos.

Maria Rita de Assis César, pró-reitora de Assuntos Estudantis, destaca que a Prae recebe os novos estudantes com seus programas de assistência, apoio e acolhimento estudantil. “É grande a emoção dessa chegada presencial, com novos estudantes circulando pelos campi da universidade. Os desafios são grandes e os programas de assistência estudantil são fundamentais para a permanência dos estudantes na UFPR”.

A universidade disponibiliza os seguintes canais institucionais para denunciar atitudes violentas, ofensivas e discriminatórias: o e-mail alertatrote@ufpr.br, o telefone (41) 3888-7757 e o WhatsApp (41) 98424-0034. A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) orienta que sejam enviadas informações sobre local, data e hora da ocorrência, o tipo de violência e, se possível, identificação do denunciante e dos suspeitos de praticarem a violência, porém a denúncia poderá ser feita anonimamente.

As situações que eventualmente chegarem à universidade serão analisadas por um comitê criado especialmente para este fim, que dará o encaminhamento devido a cada caso – internamente ou, se necessário, acionando o Ministério Público ou outros órgãos externos.

Recepção aos calouros

As comissões setoriais e o Diretório Central dos Estudantes, com o apoio da Prae, realizam a Semana de Recepção aos Calouros. A programação abrange um conjunto de atividades de natureza acadêmica, científica, artística, cultural, esportiva e recreativa. As ações são monitoradas pelas comissões setoriais de recepção.

Lauren Machado Pinto, coordenadora da Coordenadoria de Apoio aos Estudantes e Entidades Estudantis (CAEE) da PRAE, destaca o papel institucional da pró-reitoria, neste contexto. “No início do ano para firmar um compromisso com o movimento estudantil a PRAE, por meio da Comissão Alerta Trote, efetivou reuniões com os Centros e Diretórios Acadêmicos para a instituição de comissões anti-opressão nos cursos e setores. As Entidades designaram responsáveis por sensibilizar a comunidade do curso e monitorar ações de trote nos cursos, como um pacto institucional pela abolição total do trote na UFPR. Então, se algum estudante tiver conhecimento ou for vítima de trote, também tem apoio do seu centro/diretório acadêmico, que possuem fluxo direto de encaminhamento para a PRAE.”

Para acompanhar as ações da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis, acesse: http://www.prae.ufpr.br/prae/.

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]