logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

UFPR exerce papel essencial na preparação para Copa do Mundo

O compromisso da UFPR (Universidade Federal do Paraná) com a comunidade vai muito além do ensino e da pesquisa. A universidade também exerce papel importante em uma atividade de extensão que está dando visibilidade mundial ao Brasil: os preparativos para a Copa do Mundo de 2014.

Um grupo de 53 pessoas da UFPR – entre docentes, técnicos administrativos e alunos de graduação – trabalha para garantir que a competição seja um sucesso em Curitiba – uma das doze cidades-sedes da Copa. Quatro professores, quatro técnicos e 45 bolsistas dos cursos de Educação Física, Psicologia e Teatro participam do projeto, que começou a operar em março do ano passado, depois da assinatura do Termo de Cooperação firmado entre a UFPR e a UNB (Universidade de Brasília) – intitulado Desenvolvimento de Processos Inovadores para a Formulação de Políticas Públicas de Voluntariado em Megaeventos.

A UFPR é uma das dezessete universidades que participam do programa – quinze federais e duas estaduais (UERJ-Universidade Estadual do Rio de Janeiro e USP-Universidade de São Paulo). Para a realização da Copa em Curitiba, serão necessárias mil pessoas. Identificadas com uniformes e crachás, elas vão trabalhar nos pontos turísticos e de mobilidade dos visitantes. “São locais onde haverá maior fluxo de pessoas durante a Copa, como o aeroporto, a rodoviária e as atrações turísticas da cidade. Estas pessoas estarão nestes locais para fornecer todas as informações de que os visitantes precisarem”, explica a coordenadora do termo de cooperação firmado com a UNB e professora-doutora do Departamento de Psicologia da UFPR, professora Maria Virginia Cremasco.

Cursos presenciais

O projeto tem três fases. A primeira, em janeiro, foi a abertura de inscrições dos interessados em atuar como voluntários na Copa, processo feito por meio da página oficial na internet do Ministério do Esporte. Foram 35 mil inscritos, em todo o Brasil.

A segunda, iniciada depois do Carnaval e concluída em 18 de abril, foi a realização dos cursos de ensino à distância. Depois, começou a fase dos cursos presenciais, para a qual foram selecionadas 21 mil pessoas no Brasil. Deste total, dezoito mil foram convocadas para efetivamente trabalhar na Copa do Mundo. São quatro módulos, que estão em andamento em Curitiba: 1) Turismo (realizado dias 26 e 27 de abril no Teatro da Reitoria da UFPR), 2)Integração – como ser voluntário e como trabalhar com o público (10 e 11 de maio), 3)Segurança e Primeiros Socorros (17 e 18 de maio) e 4)Mobilidade (dias 24 e 25 de maio). Paralelamente a estas informações, os voluntários recebem aulas de um dos quatro idiomas ofertados, à sua livre escolha – inglês, francês, espanhol e italiano.

Além da experiência, os voluntários receberão certificados e terão créditos reconhecidos como atividade extensionista assinados pela UNB. Por todos estes motivos, a coordenadora do projeto de capacitação do Programa Brasil Voluntario e decada de extensão da UNB, professora Thérèse Hofmann, a capacitação que os voluntários estão recebendo oferece ganhos além dos profissionais. “É mais do que um trabalho de cidadania. As pessoas estão se sentindo recompensadas e terão ganhos pessoais, emocionais e espirituais”.

 

Sugestões

Capitães da areia é a obra do mês de agosto do Clube do Livro
A segunda temporada do Clube do Livro, promovida pelo Sistema de Bibliotecas (SiBi) da Universidade...
Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para alunos da UFPR
O projeto de extensão “Ciência para Todos” está com inscrições abertas para o processo seletivo e trainee....
Projeto da UFPR oferece treinamento gratuito de futebol para meninas
Com o objetivo de trabalhar o desenvolvimento integral de meninas entre 10 e 14 anos através da prática...
Inscrições para cursos extensivos do Celin para novos alunos iniciam em 7 de agosto
As inscrições para os cursos extensivos ofertados pelo Centro de Línguas e Interculturalidade (Celin)...