UFPR e Patrimônio da União assinam convênio para regularização fundiária na Baía de Paranaguá

21 fevereiro, 2022
09:32
Por
0
UFPR

Região de Superagui (foto divulgação)

A UFPR e a Superintendência do Patrimônio da União firmaram nesta semana um convênio que prevê a expansão das atividades e projetos de identificação e mapeamento de ilhas e outros territórios na Baía de Paranaguá, visando à regularização fundiária. Deve-se ressaltar que a Baia de Paranaguá é uma área extensa que compreende não apenas a cidade portuária, mas dezenas de outras comunidades espalhadas em Pontal do Paraná, Ilha das Peças e do Mel, Superagui e outras localidades, algumas muito remotas.  A iniciativa do convênio prevê não somente a identificação e regularização de uma área histórica. Também faz parte do projeto o estudo e compreensão das comunidades ribeirinhas, importantes para a preservação da região.

De acordo com Son Talal Suleiman Mahmoud, diretor do campus Pontal do Paraná da UPR,  convênio “vai nos permitir ampliar a quantidade de projetos na região, buscando a regularização de todas as áreas que atendemos em Pontal do Paraná, dentro do projeto Caiçara, que está mapeando as ilhas na área da Baía de Paranaguá”, diz ele.

O coordenador do convênio, professor Alexandre Bernardino Lopes, lembra que o projeto envolve comunidades carentes, que muitas vezes não têm nem energia elétrica, mas que ao mesmo tempo têm muito a ensinar, na forma de viver e na forma de enxergar o mundo. “É uma experiência enriquecedora e isso levo para dentro da sala de aula”.

Já o superintendente do Patrimônio da União no Paraná, Jean Paulo Dolinski, destaca que a área envolvida na parceria é bastante complexa e envolve o contato efetivo da comunidade para a compreensão mútua. Complementando, a coordenadora do Projeto Caiçara, ligado ao PDU, Josiane Silva, acrescenta que esse convênio vem para dar uma garantia para que essas pessoas permaneçam em seus territórios e até como uma barreira contra a especulação imobiliária.

Assinatura do convênio (foto Marcos Sollivan/UFPR)

Também presente ao evento, o Alzir Felippe Buffara Antunes, diretor do Setor de Ciências da Terra da UFPR, destacou a necessidade de humanizar o trabalho dos profissionais envolvidos nos projetos ambientais com comunidades. “A Universidade tem esse papel de costurar tecnologia, desenvolvimento e humanidade”, resume.  O reitor da UFPR professor Ricardo Marcelo Fonseca, destacou que o convênio entre duas instituições públicas vem reforçar a realização efetiva da missão da universidade, que é fazer a diferença na sociedade.

Confira neste link a reportagem da UFPR TV sobre o tema.

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]