logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

UFPR coordena etapa regional da 13ª Olimpíada de Matemática, que agora terá participação de escolas privadas

A UFPR ocupa posição de destaque na organização da 13ª Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas, que está sendo realizada neste ano. O professor Yuan Jinyun, coordenador da pós-graduação em Matemática da UFPR, comandará a etapa paranaense do evento, que reunirá neste ano cerca de 1,5 mil escolas. Pela primeira vez, a maior olimpíada estudantil do mundo – que existe desde 2005 –  terá a participação de alunos de escolas particulares.

As inscrições para as olimpíadas terminam em 31 de março para os estudantes do 6º ano até o ensino médio. Em 11 de agosto, haverá o lançamento do Festival da Matemática no Estado, em parceria com a Secretaria Estadual da Educação. As provas serão distribuídas em três níveis – separados de acordo com o currículo escolar – e manterão duas fases de competição, como nas edições anteriores.

As provas da 1ª fase acontecerão em 6 de junho, quando 5% dos inscritos serão classificados para a 2ª fase (fase final), em 16 de setembro. A data-limite para as escolas enviarem os cartões-resposta dos alunos classificados para a 2ª fase será o dia 16 de junho . A divulgação dos premiados será em 22 de setembro.

Paraná entre os cinco melhores

No ano passado, cerca de um milhão de jovens do Paraná se inscreveram para as provas. O Estado recebeu 30 medalhas de ouro, mais de 300 de prata e de bronze e ficou entre os cinco melhores do Brasil. “O fato de as escolas particulares poderem participar deve aumentar o número de inscritos e premiados em 2017”, avalia o professor Yuan Jinyun.

Na última edição da OBMEP, 17,8 milhões de alunos de 99,6% dos municípios brasileiros e mais de 47 mil escolas participaram da disputa. Em 2017, serão distribuídas 500 medalhas de ouro, 1500 de prata, 4500 de bronze e 46.200 menções honrosas. O evento também destinará medalhas a estudantes de escolas particulares (25 ouros, 75 pratas, 225 bronzes e até 5.700 menções honrosas). Para Jinyun, as olimpíadas são importantes porque ajudam a melhorar o comportamento dos jovens. “A competição seleciona talentos e melhora a qualidade dos alunos”, diz.

Mais informações sobre o evento no portal www.obmep.org.br. Promovido pelo  Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada, o evento tem o apoio, no Paraná, do Sindicato das Escolas Particulares (Sinepe-PR), Sesi-Senai, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), Universidade Estadual de Maringá (UEM) e Universidade Federal Tecnológica do Paraná (UTFPR).

Sugestões

Capitães da areia é a obra do mês de agosto do Clube do Livro
A segunda temporada do Clube do Livro, promovida pelo Sistema de Bibliotecas (SiBi) da Universidade...
Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para alunos da UFPR
O projeto de extensão “Ciência para Todos” está com inscrições abertas para o processo seletivo e trainee....
Projeto da UFPR oferece treinamento gratuito de futebol para meninas
Com o objetivo de trabalhar o desenvolvimento integral de meninas entre 10 e 14 anos através da prática...
Inscrições para cursos extensivos do Celin para novos alunos iniciam em 7 de agosto
As inscrições para os cursos extensivos ofertados pelo Centro de Línguas e Interculturalidade (Celin)...