Turma de Medicina formada em 1967 comemora Jubileu de Ouro

15 setembro, 2017
13:31
Por Lais Murakami
0
UFPR

Os egressos da turma de 1967 do curso de Medicina da Universidade Federal do Paraná comemoraram nesta sexta-feira (15) os 50 anos de formatura. A solenidade do Jubileu de Ouro aconteceu no auditório do Setor de Ciências da Saúde e teve a participação de 74 dos 86 graduados.

O orador da cerimônia de formatura em 67, Marcos Hoette, repetiu o discurso da época e leu, ainda, partes que naquela ocasião haviam sido censuradas devido à ditadura militar. Mesmo após 50 anos, a reflexão que abordou política e saúde continua sendo pertinente e atual.

O reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca, comentou o discurso feito por Hoette destacando que, com o tempo, muitas coisas mudam, mas muitas também permanecem iguais. E salientou o crescimento que a universidade teve nesse período. “Esse é o momento que vocês voltam a ser formandos e a emoção se renova. Quero parabenizar cada um e cada uma nessa cerimônia que é das mais importantes, pois homenageia o passado. Vocês são a história da UFPR, são memória viva”, disse.

Foto: Marcos Solivan

“A dedicação e o amor à profissão trouxe-os a esse momento de vida. Vocês engrandecem nossa profissão e a UFPR”, disse Edison Tizzot, vice-diretor do Setor de Ciências da Saúde.

A superintendente do Complexo do Hospital de Clínicas, Claudete Reggiani, relembrou que os integrantes daquela turma ingressaram na instituição praticamente junto com a inauguração do Hospital de Clínicas – hoje com 56 anos. “Tenho certeza que aquilo que vocês aprenderam aqui, utilizaram para melhorar a saúde brasileira. Vocês não só aprenderam conosco, como nos ajudaram nas questões de assistência à saúde, medicina, inovação na saúde e continuaram com esse compromisso. Vocês honram esta casa”.

Um dos egressos de 1967, o paraguaio Freddy Barros, veio a Curitiba especialmente para essa comemoração. “Sinto uma emoção que é difícil de descrever, meu coração está palpitando muito e sentindo-se livre”, disse o médico, que morou 15 anos no Brasil, período em que se formou e se especializou, antes de retornar ao Paraguai.

Zunilda Brizuela é uma das três mulheres que fizeram parte desta turma. Atualmente aposentada, a médica se diz emocionada. “É muito importante participar dessa celebração, que será inesquecível. É uma festa alegre e divertida, estou muito feliz”.

As celebrações do Jubileu das turmas de graduados começaram em 2012, após o centenário da UFPR. As turmas que completarem 25, 40, 50 e 60 anos podem realizar a comemoração do Jubileu.

Confira as fotos do evento.

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]