logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Revezamento da Tocha Olímpica passa pelo Prédio Histórico da UFPR

 

Prédio Histórico da UFPR, no coração de Curitiba, é palco de revezamento da tocha olímpica. Foto: Samira Chami Neves
Prédio Histórico da UFPR, no coração de Curitiba, é palco de revezamento da tocha olímpica. Foto: Samira Chami Neves

Símbolo da cidade, o Prédio Histórico da UFPR foi um dos locais escolhidos para o revezamento da Tocha Olímpica em Curitiba. Nesta quinta-feira (14), a tocha foi levada por  170 condutores por um trajeto que começou no Museu Oscar Niemeyer às 10:30 e vai até a Pedreira Paulo Leminski às 18 horas.

Participaram do revezamento no Prédio Histórico da UFPR o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, a vice-prefeita da cidade, Mirian Gonçalves – ambos egressos da UFPR – e o reitor Zaki Akel Sobrinho. A tocha olímpica chegou pelas mãos do atleta de esgrima e integrante do Time Brasil nos jogos Rio 2016, Athos Marangon Schwantes, e foi entregue para o atleta de atletismo e aluno da Escola Municipal Prefeito Omar Sabbag, Lucas Matheus.

A população se reuniu desde cedo para aguardar a passagem da chama em frente ao prédio da Universidade, escolhida por sua importância para a cidade e para os paranaenses. O público recebeu com alegria os atletas que revezaram a tocha. “Esse é um momento histórico e especial para a Universidade, que é de todos os paranaenses”, afirmou o reitor.

WhatsApp-Image-20160714 (3)
Formada em Jornalismo pela UFPR em 2011, a jornalista esportiva foi uma das condutoras da tocha olímpica em São José dos Pinhais. Foto: Arquivo pessoal

Entre os condutores, estava a ex-aluna da UFPR Helen Anacleto, formada em Comunicação Social – Jornalismo em 2011. Helen trabalha com jornalismo esportivo desde a época da faculdade, e carregou a tocha no centro de São José dos Pinhais nesta manhã. “Eu nunca imaginei que pudesse fazer parte de uma história tão linda quanto a das Olimpíadas. Como jornalista, sempre tive a honra de cobrir eventos importantes, mas nunca imaginei participar de um deles. Nem nos meus melhores sonhos eu imaginaria esse dia”, disse Helen.

Design

O desenho da Tocha Olímpica Rio 2016 foi criado por Miriam Romy Hayashi, graduada no curso de Design da UFPR . Em um estúdio de design que administra com o marido Gustavo Chelles, em São Paulo, Miriam criou com o esposo a tocha vencedora do concurso nacional realizado para selecionar o projeto oficial. O processo reuniu 76 inscritos, submetidos a uma comissão julgadora multidisciplinar formada por 11 membros, reconhecidos por sua experiência na criação de produtos ou por seu destaque no Movimento Olímpico.

Tocha-1No Brasil, a chama olímpica passará em um total de 329 cidades de 26 estados mais o Distrito Federal em 95 dias. No Paraná, a tocha iniciou o percurso em Londrina, em 28 de junho, e deve percorrer 22 municípios. Os Jogos Olímpicos serão realizados no Rio de Janeiro entre os dias 5 e 21 de agosto.

Por Helen Mendes e Jéssica Maes

Sugestões

Informativo UFPR (Destaques da semana de 07/08 a 11/08/2023) 
DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA    🧠🔭 Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para...
Setor Palotina: Posse da nova direção
No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com...
Doutoranda que criou programas para incentivar a adoção de cães é homenageada na Câmara de Curitiba 
Na manhã desta terça-feira (8), Lu Baldan, médica veterinária e doutoranda em Ciências Veterinárias na...
UFPR lamenta falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda Santos
A Universidade Federal do Paraná comunica, com pesar, o falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda...