Projeto “Sextas na Pós” discute a aprendizagem por meio do lazer e da exploração dos espaços públicos -13/05

13 maio, 2022
10:36
Por Lais Murakami
0
Ciência e Tecnologia

O projeto “Sextas na Pós: conversas com professores(as)”, promovido pelos Programas de Pós-graduação em Educação e em Letras da UFPR, traz para a edição desta sexta-feira (13), das 19h às 21h, a mesa redonda “O jogo no espaço e o espaço do jogo na escola”, organizada pela professora colaboradora do programa de pós-graduação em Educação e titular sênior da UFPR, Simone Rechia. Ela coordena há mais de 20 anos o Grupo de Estudos e Pesquisas em Lazer, Espaço e Cidade (Geplec) que desenvolve pesquisas nas áreas de lazer, espaço público, cidade, escola, educação, cidadania em conjunto com alunos de mestrado e doutorado em educação e  educação física. O evento será transmitido ao vivo pelo canal do YouTube do PPG Educação.

A professora Simone e seus orientandos têm elaborado diversos produtos que auxiliam os professores, especialmente, de Curitiba e região metropolitana, a explorarem os espaços públicos como praças, parques, bosques e outros equipamentos e ainda a estrutura das escolas no intuito de estimular a aprendizagem de seus alunos por meio do lúdico e de forma interdisciplinar. Dentre os materiais desenvolvidos pelo grupo, destacam-se a cartilha “Espaços públicos de lazer, esporte e cultura: um menu da cidade de Curitiba”, elaborada durante a pandemia e em parceria entre UFPR, Funpar, Geplec. Nela, há um amplo georreferenciamento dos equipamentos públicos de lazer, esporte e cultura da capital paranaense, compreendidos enquanto territórios educativos e de transformação social.

Outro projeto é o “CicloEducAção: educando para e pela Bicicleta na cidade: proposições pedagógicas” que conta com o apoio da Sociedade Brasileira pelo Progresso da Ciência (SBPC). Trata-se de uma ação educativa integrada a materiais didáticos e científicos que se interrelacionam à bicicleta, suas formas de uso e os espaços públicos da cidade como “elementos potentes na educação para o lazer, para a democratização do acesso e uso dos espaços urbanos”. Entre os materiais utilizados no projeto estão a cartilha “CicloEducAção”, um vídeo de animação e ainda a tese de doutorado intitulada “Pedalar na Cidade de Curitiba/PR: interfaces entre espaço urbano, a bicicleta e as experiências de lazer”.

Os pesquisadores também organizaram a exposição fotográfica “Corporalidades e Urbanidades”, apoiada pelo Programa de Pós-graduação em Educação e pela linha de pesquisa: “Linguagem, corpo e estética na Educação” (LiCorEs). As fotografias retratam os parques e praças de Curitiba e ações de lazer e cultura. A mostra segue até 20 de maio no hall de entrada do Setor de Educação, no bairro Rebouças, na avenida Sete de Setembro, 2645.

Os resultados das pesquisas e as repercussões dos produtos elaborados demonstram que há uma melhora na aprendizagem como um todo, bem como na convivência social, na compreensão de direitos e da cidadania por parte dos alunos e toda a comunidade envolvida. “Identificamos, cada vez mais, que esta é uma forma de se democratizar o conhecimento por meio do lúdico, do brincar na escola e das vivências nos espaços públicos. Há um potencial muito grande de aprendizagem através dessas práticas e experiências formativas”, explica a professora Simome. Ela também argumenta que há possibilidades de interdisciplinaridade entre história, geografia, português, matemática com o uso de um currículo “vivo” que explora a cidade.

Durante as apresentações dos estudos na mesa redonda “O jogo no espaço e o espaço do jogo na escola”, participam os discentes da UFPR Bruno David Rodrigues Neca com a pesquisa, resultado de sua tese “Marcha das mil drags: Lazer, Política e identidade no espaço público”; Vania Lucia Girardi com sua dissertação “Lazer, inclusão e autonomia de pessoas com deficiência intelectual na cidade de Curitiba, PR: entre a cidade de todos e a cidade para todos”; Gabriela Ingrid de Lima sobre “Arquitetura escolar e o lazer nas escolas públicas de Curitiba”; Aline Tschoke com suas investigações sobre projetos pedagógicos de lazer no ensino médio e ainda Karine do Rocio Vieira dos Santos com sua tese “O currículo vivido no cotidiano escolar: minúcias de um lazer clandestino”. Eles são orientandos da professora Simone Rechia que é graduada em Educação Física pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, mestra em educação pela mesma instituição, doutora em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas e pós-doutora pelo Instituto Nacional de Educação Física da Catalunha, Barcelona, Espanha e pelo Centro de Línguas e Culturas da Universidade de Aveiro, Portugal.

“Sextas na Pós: conversas com professores(as)”.

Data: 13 de maio

Horário: 19h às 21h

Transmissão: Ao vivo pelo canal do PPGE UFPR

Por Comunicação PPGL

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]