logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Projeto Sem Fronteiras oferece atividades corporais para adultos maduros e idosos

Para os idosos participantes do Projeto Sem Fronteiras, não há espaço para o sedentarismo. Duas vezes por semana, eles praticam exercícios de alongamento, ginástica, musculação, atividades lúdicas e esportes adaptados às suas condições. No Centro de Educação Física e Desportos da UFPR, eles encontram um espaço para a socialização, a integração, o bem-estar e o condicionamento físico.

O projeto é coordenado pela Professora Rosecler Vendruscolo, do Departamento de Educação Física, desde 2000 e hoje possui aproximadamente 100 participantes. O objetivo principal é auxiliar os acadêmicos em sua formação profissional, proporcionando a prática da docência, além de criar laços e estabelecer uma relação entre os participantes do projeto. “Os alunos podem colaborar como bolsistas ou voluntários, e aprendem a planejar aulas, adquirindo conhecimento específico na área de exercícios com idosos e a experiência de estar à frente de uma turma”, explica Rosecler.

O programa oferece créditos aos estudantes, que são diretamente integrados com disciplinas da graduação. Também são elaboradas pesquisas científicas a partir da metodologia aplicada e dos resultados obtidos, resultando em monografias de conclusão de curso e artigos sobre a modalidade.

Barbara F. Chaowiche, uma das alunas bolsistas, relata que além do aprendizado em sua carreira acadêmica e profissional, o projeto tem um objetivo social muito forte e importante para os idosos. “É uma troca de experiências mútua, uma aprendizagem muito rica”.

Já o aluno Augusto Moreira Marques, voluntário do projeto desde 2015, conta que desde o início do curso já tinha interesse em trabalhar com idosos. “É possível notar a melhora no condicionamento físico deles. Muitos não conseguiam alcançar o chão no alongamento quando entraram e hoje já atingem esse objetivo”.

Acompanhamos uma tarde em que foram realizados diversos exercícios: alongamento, aquecimento e o vôlei adaptado, nessa atividade, os idosos manuseiam a bola em duplas, com o auxílio de um tecido. Entre os participantes, estava Maria Elzira Sydor, de 83 anos, que frequenta o projeto há 12 anos. Ela conta que a prática das atividades contribui para o alívio de sua artrose e ainda possibilita o convívio social, que muitas vezes é perdido entre os idosos. “O projeto vale muito para nós, é um motivo para sair de casa e fazer amigos”.

Os benefícios apontados por Maria Elzira são confirmados pela coordenadora do projeto. “O relacionamento entre os idosos é uma das prioridades, possibilitando um envolvimento em uma atividade com pessoas da mesma faixa etária e promovendo amizades que vão para além da universidade”.

O Sem Fronteiras acontece todas as terças e quintas-feiras, das 9h às 11h e das 14h às 16h, no Centro de Educação Física e Desportos (CED) da UFPR. Para quem tiver interesse em participar das atividades, é necessário realizar inscrição junto ao grupo responsável nos dias e horários das aulas, portando seus documentos e um atestado que comprove a aptidão física para a realização dos exercícios.

Por João Cubas – Setor de Ciências Biológicas da UFPR

Sugestões

Capitães da areia é a obra do mês de agosto do Clube do Livro
A segunda temporada do Clube do Livro, promovida pelo Sistema de Bibliotecas (SiBi) da Universidade...
Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para alunos da UFPR
O projeto de extensão “Ciência para Todos” está com inscrições abertas para o processo seletivo e trainee....
Projeto da UFPR oferece treinamento gratuito de futebol para meninas
Com o objetivo de trabalhar o desenvolvimento integral de meninas entre 10 e 14 anos através da prática...
Inscrições para cursos extensivos do Celin para novos alunos iniciam em 7 de agosto
As inscrições para os cursos extensivos ofertados pelo Centro de Línguas e Interculturalidade (Celin)...