logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Projeto interinstitucional investigará impactos da pandemia na formação de professores

A pandemia mudou radicalmente o cenário do processo educativo, envolvendo especificamente o ensino, a aprendizagem e a evasão escolar. É justamente para investigar os impactos nessas dimensões do processo educativo que as Universidades Federais do Paraná (Setor Palotina), de Alagoas (UFAL) e da Grande Dourados (UFGD) reuniram-se no projeto “Evasão, ensino, aprendizagem e ações institucionais decorrentes da pandemia de Covid-19: um estudo comparativo em cursos de formação de professores de ciências da natureza e matemática”.

A iniciativa, aprovada pela Capes no âmbito do Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Impactos da Pandemia, Edital 02/2021, terá três coordenações, sendo a coordenação geral da UFAL.

O projeto prevê financiamento para custeio, além de bolsas de pós-graduação durante seus quatro anos de duração. Duas bolsas de mestrado e uma de pós-doutorado serão destinadas ao Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências, Educação Matemática e Tecnologias Educativas (PPGECEMTE) da UFPR, implantado em 2020.

“Oportunizar este espaço de pesquisa coletivo, no qual vamos poder unir esforços para compreender os impactos em nossas realidades, somando três diferentes regiões de nosso país, irá potencializar nossa pesquisa e a conexão da pós-graduação com a Educação Básica”, diz a coordenadora e professora da UFPR, Roberta Chiesa Bartelmebs.

O professor coordenador Wilmo Ernesto Francisco Junior, do Campus Arapiraca da UFAL, explica que, além de buscar evidências científicas que possam contribuir na construção de políticas institucionais para mitigação dos problemas ocasionados pela pandemia no contexto da formação de professores, o projeto captou um considerável recurso em um momento muito difícil para o financiamento da ciência brasileira. “Será importante para os programas de pós-graduação envolvidos, pois se fundamenta no intercâmbio interinstitucional, aspecto muito positivo para o fortalecimento das pesquisas nas instituições envolvidas.”

 

Imagem de destaque: Pixabay

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...