logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Projeto de incentivo à leitura apoiado pela UFPR ganha prêmio nacional

Prêmios foram entregues durante cerimônia realizada em Brasília - FOTO: Elisabete Alves/ Ministério da Cultura

Um projeto desenvolvido para alunos do ensino fundamental de escola pública no município de Colombo (PR) garantiu a professores do colégio e à Universidade Federal do Paraná (UFPR) o reconhecimento como uma das melhores iniciativas do país de estímulo à leitura. O Colégio Estadual João Gueno recebeu, na noite desta terça-feira (16), o prêmio nacional VivaLeitura 2014, entregue pelos ministérios da Cultura (MinC) e da Educação (MEC) e pela Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI).

Na categoria “Escolas Públicas e Privadas”, a João Gueno venceu centenas de iniciativas inscritas por todo o país. A razão? Observação, compromisso e a convicção de que a leitura pode mudar realidades. A ideia, surgida a partir de observação da professora Érica Rodrigues, ganhou o apoio da Universidade, por meio do projeto de extensão “Ação Integrada pelo Letramento”, em 2012. De acordo com Érica, ao constatar entre seus alunos do sexto ano o desinteresse pela leitura, evidenciou-se a necessidade de encontrar caminhos para motivá-los. Sentiu-se otimista com relação às possibilidades de reconciliá-los com o prazer de ler, não importando sua idade ou nível social.

Com a ajuda das professoras Elisa Dalla-Bona (Setor de Educação) e Lucia Cherem (Departamento de Letras Estrangeiras Modernas), a escola deu início, em 2013, a um trabalho entre seus docentes para maior envolvimento de todos na nova proposta que ali começava. Alunos de graduação e participantes do programa de iniciação científica da UFPR também contribuíram para dar a oportunidade que faltava aos estudantes de Colombo. “O objetivo era criar abordagens pedagógicas adequadas para fazer com que os alunos lessem mais e contribuissem para sua formação cultural, ensinando-lhes a analisar, sintetizar e transferir os saberes para outros domínios, remetendo seus lazeres (restritos à TV e ao bairro carente em que vivem) para outras fontes, como os livros”, explica Elisa Dalla-Bona.

A missão foi cumprida. O interesse pela leitura passou a fazer parte do cotidiano e o despertar para a literatura levou uma autora a querer conhecer pessoalmente esses novos leitores; os estudantes, foram parar na mídia. Matérias divulgadas em TV e jornais mostraram o sucesso da ideia, que, mesmo com muitas dificuldades (inclusive financeiras para aquisição de novas publicações), conseguiu colocar o livro no gosto de adolescentes.

Sobre o Prêmio

O prêmio Vivaleitura​ integra o Plano Nacional de Livro e Leitura (PNLL) e tem o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da Fundação Santillana.

Instituído em 2005, no Ano Ibero-americano de Leitura, o VIVALEITURA foi idealizado com previsão inicial de duração de 10 anos (2006 a 2016). Já foram realizadas seis edições do Prêmio – 2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011.

Nesta sétima edição, o Vivaleitura contou com 998 projetos inscritos de todas as regiões do país e concedeu R$ 25 mil a quatro experiências na área de leitura desenvolvidas dentro de quatro categorias: “Bibliotecas Públicas, Privadas e Comunitárias”; “Escolas Públicas e Privadas”;  “Práticas continuadas de leitura em contextos e espaços diversos desenvolvidos pela sociedade”; e  “Promotor de Leitura (pessoa física)”. Os​ trabalhos foram analisados por um grupo de representantes ​de ​Undime​ (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação)​, Consed​ (Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação)​, MinC, MEC e OEI, além de parceiros do prêmio.

Por Jaqueline Carrara (com informações do Ministério da Cultura)

Sugestões

Capitães da areia é a obra do mês de agosto do Clube do Livro
A segunda temporada do Clube do Livro, promovida pelo Sistema de Bibliotecas (SiBi) da Universidade...
Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para alunos da UFPR
O projeto de extensão “Ciência para Todos” está com inscrições abertas para o processo seletivo e trainee....
Projeto da UFPR oferece treinamento gratuito de futebol para meninas
Com o objetivo de trabalhar o desenvolvimento integral de meninas entre 10 e 14 anos através da prática...
Inscrições para cursos extensivos do Celin para novos alunos iniciam em 7 de agosto
As inscrições para os cursos extensivos ofertados pelo Centro de Línguas e Interculturalidade (Celin)...