logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Programa Dedica ganha sede própria, em Curitiba, para atender crianças e adolescentes vítimas da violência

Zaki destacou a importância do Dedica e o papel que o HC exerceu no acolhimento do projeto. Imagem: Samira Chami Neves.
Zaki destacou a importância do Dedica e o papel que o HC exerceu no acolhimento do projeto. Imagem: Samira Chami Neves.

Programa iniciado no ambulatório do Hospital de Clínicas da UFPR, o Dedica (Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente) obteve uma importante conquista hoje: uma nova e espaçosa sede. Localizado na Rua General Carneiro 95, em Curitiba, o imóvel, no valor de R$ 1,8 milhão, foi comprado pela Associação dos Amigos do Hospital de Clínicas – gestora do programa – com recursos do Fundo para a Infância e Adolescência, aprovados pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA), por meio do Fundo Estadual da Criança e do Adolescente.

O Dedica é o primeiro programa brasileiro a prestar atendimento especializado e interdisciplinar a crianças e adolescentes vítimas de violência. Apenas entre 2008 a 2014, o projeto atendeu a 5239 pacientes – 3754 na Psicanálise/Psicologia, 1068 na Pediatria e 417 na área Jurídica. A UFPR tem várias frentes de apoio ao Dedica. Além do HC, a UFPR TV também apóia o projeto desde o início.

29336595826_00c0d62732_k
A sede foi reformada e adequada para o atendimento das crianças e adolescentes. Imagem: Samira Chami Neves.

A sede é importante porque os atendimentos eram feitos semanalmente por um grupo de profissionais especializados, liderados por Luci Pfeiffer (pediatra e doutora em Saúde da Criança e do Adolescente), dentro do Hospital de Clínicas. A sede possibilita a ampliação do acolhimento das vítimas de violência, com uma previsão diária média de 40 atendimentos.

Garantia de direitos

O governador Beto Richa destacou a importância do programa na garantia dos direitos e da proteção às crianças e aos adolescentes. “É obrigação do Estado dar acolhimento à iniciativas como essa”, afirmou. Richa elogiou o trabalho do HC e destacou o programa Família Paranaense, que atua para eliminar a extrema pobreza, e a Rede Mãe Paranaense, de atenção materno-infantil.

O reitor da UFPR, Zaki Akel Sobrinho, também destacou a importância do projeto e fez um agradecimento especial tanto à Associação dos Amigos do Hospital de Clínicas quanto ao Governo do Estado por viabilizarem a sede. Zaki lembrou ainda do papel  importante desempenhado pelo HC (hospital que atende a 100% dos seus pacientes pelo Sistema Único de Saúde – SUS) na origem e na continuidade do projeto.

O presidente da Associação dos Amigos do Hospital de Clínicas, Euclides Scalco, agradeceu o apoio do Governo Estadual e elogiou a secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa. “Essa é a primeira unidade do Brasil e será um modelo para outras do País. Graças ao apoio da Fernanda, agora temos um local digno para atender as famílias em vulnerabilidade”, afirmou.

Equipe multidisplinar 

A sede do Dedica tem uma ótima estrutura de acolhimento às vítimas de violência e está localizada próxima ao Hospital de Clínicas da UFPR. Imagem: Samira Chami Neves.
A sede do Dedica tem ótima estrutura de acolhimento às vítimas de violência e está localizada nas proximidades do Hospital de Clínicas da UFPR. Imagem: Samira Chami Neves.

De acordo com Luci Pfeiffer, coordenadora do Dedica, o serviço será realizado por equipe interdisciplinar, composta por pediatras, psicólogos, psiquiatra, psicanalista, assistente social e enfermeiros. “Essa nova sede é a realização de um sonho. Temos agora condições de garantir dignidade de vida e tirar as crianças refém de agressores. O apoio e a parceria do Estado foram fundamentais para isso”, avaliou.

Participaram ainda do evento o vice-reitor da UFPR, Rogério Mulinari; o secretário estadual de Saúde, Michele Caputo; o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet; o secretário municipal da Saúde, César Titton; o superintendente do Complexo Hospital de Clínicas, Flávio Tomasich; a diretora do Setor de Ciências da Saúde da UFPR, Claudete Regianni; o presidente do Tribunal de Contas do Paraná, Ivan Bonilha; e o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh ), Laedson Bezerra.

 

Por Aurélio Munhoz, com AENotícias.

Sugestões

Informativo UFPR (Destaques da semana de 07/08 a 11/08/2023) 
DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA    🧠🔭 Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para...
Setor Palotina: Posse da nova direção
No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com...
Doutoranda que criou programas para incentivar a adoção de cães é homenageada na Câmara de Curitiba 
Na manhã desta terça-feira (8), Lu Baldan, médica veterinária e doutoranda em Ciências Veterinárias na...
UFPR lamenta falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda Santos
A Universidade Federal do Paraná comunica, com pesar, o falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda...