logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Programa de Extensão Plantas Medicinais da UFPR festeja 20 anos com ampla participação da comunidade de Palotina

 

O programa tem ampla participação da comunidade e objetiva difundir o uso correto das plantas medicinais no Oeste do Paraná e colocar em prática o elo entre ensino, pesquisa e extensão. Imagem; Campus Palotina.

O Programa de Extensão Plantas Medicinais da UFPR está completando 20 anos de existência. Desde 1996, o projeto estimula a troca de conhecimentos sobre plantas medicinais entre os acadêmicos do Setor Palotina e a comunidade. Atualmente, o programa conta com a participação de 18 alunos e seis professores dos cursos Agronomia, Ciências Biológicas, Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia. Anos se passaram, mas o objetivo é o mesmo: difundir o uso correto das plantas medicinais no Oeste do Paraná e colocar em prática o elo entre ensino, pesquisa e extensão da universidade.

Da iniciativa da professora-doutora Bettina Monika Ruppelt, as raízes do programa de extensão ganharam vida no ano de 1996. A dedicação da farmacêutica industrial e primeira coordenadora deu ao projeto um fôlego para crescer na universidade. De início, as atividades desenvolvidas eram voltadas ao ensino do cultivo e forma correta de preparo das plantas medicinais com finalidades terapêuticas para crianças e adolescentes, produtores rurais e idosos.

Interdisciplinaridade

Completando 20 anos em 2017, o programa conta com estudantes dos cursos de Agronomia, Ciências Biológicas, Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia. A interdisciplinaridade é um orgulho para as professoras e professores que coordenam o programa. Segundo a coordenadora do programa de extensão, Patrícia da Costa Zanetti, participantes de diferentes cursos facilita a abrangência do conhecimento que é ensinado para a comunidade. “Se o programa faz sucesso e é referência na comunidade, se deve a esse aspecto interdisciplinar”, comenta.

As atividades atuais do programa são oficinas semanais em um Centro de Educação Integral, com crianças de 6 a 12 anos, para ensinar sobre o uso correto das plantas medicinais por meio de jogos didáticos e gincanas. Também realiza palestras e distribuição de material informativo no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), de Palotina, e em eventos que a comunidade convida, como o “Dia de Campo da C.Vale Cooperativa Agroindustrial”.

A comemoração do aniversário do Programa de Extensão Plantas Medicinais acontece por meio das atividades que os participantes desenvolvem, semana a semana, em um empenho da equipe para aproximar a Universidade da comunidade. Para Patrícia, a população está mais consciente ao uso de plantas medicinais, e isso beneficia o programa. “A comunidade tem se interessado mais e o programa acaba orientando, tanto que estamos sendo procurados por eles. Esse é o saldo positivo do trabalho”.

Para quem se interessar em conhecer um pouco das atividades do programa de extensão, o horto é aberto à comunidade. Os alunos extensionistas oferecem visitas diárias para qualquer pessoa que se interessar e também cultivam plantas medicinais para o preparo mensal de 150 mudas. Esse espaço é base de estudos no curso de Agronomia, prova de que o Programa de Extensão Plantas Medicinais está no Horto, nas oficinas e palestras promovidas e na sala de aula da universidade.

 

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...