Professores e estudantes participam de primeira Mostra de Extensão do SEPT

06 dezembro, 2017
17:18
Por Leonardo Bettinelli
0
Extensão e Cultura

Apresentação de projetos na Mostra de Extensão do SEPT.
Fotos: Samira Chami Neves.

Nesta quarta-feira (6), o Setor de Educação Profissional e Tecnológica da Universidade Federal do Paraná realizou a primeira edição da Mostra de Extensão.

A iniciativa surgiu como forma de divulgação dos projetos desenvolvidos pelo SEPT. “Muitas vezes não sabemos o que outros professores estão fazendo. A Mostra é um espaço para divulgar a extensão entre os docentes e também para os estudantes conhecerem os projetos”, explicou o organizador do evento, professor Thiago Corrêa de Freitas, presidente do Comitê Setorial de Pesquisa do SEPT.

Atendemos um volume muito grande de pessoas com os projetos em todo estado do Paraná. Teremos desafios a curto prazo, mas também haverá oportunidades para melhorar nossa extensão”, destacou o representante da Pró-reitoria de Extensão e Cultura (PROEC), Sandro Miguel Mendes, que coordenada a Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares.

Dez trabalhos foram apresentados e o público presente participou do debate sobre os projetos.

O diretor do Setor, Luiz Antonio Passos Cardoso, ressaltou que o evento é a prova de que os professores fazem as coisas acontecerem. “O SEPT é relativamente novo e a Mostra representa a solidificação desse jovem setor da universidade”, disse.

Projetos de Extensão do SEPT

A professora Izabel do Rocio Costa Pereira, do curso técnico de Agente Comunitário de Saúde do SEPT/UFPR, apresentou dois trabalhos na Mostra. Um deles, o projeto que coordena: “Determinantes sociais da saúde minimizando as iniquidades sociais”.

Desde 2016, o projeto é realizado em parceria com a Itaipu Binacional. As atividades envolvem o tema saúde do idoso. “Trabalhamos o tema aqui com os estudantes e, a cada semestre, dois professores vão até Foz do Iguaçu ministrar cursos”, explica Izabel.

O projeto é voltado para profissionais que trabalham com idosos e já debateu temas como saúde bucal e mental do idoso.

É importante conhecer diferentes realidades, levar o que trabalhamos aqui na instituição e multiplicar os conhecimentos. É sempre uma troca, os saberes se complementam”, avalia.

Apresentação da equipe da Agência ZiiP.

Já estudantes e professores do curso superior de Tecnologia em Comunicação Institucional apresentaram o projeto “ZiiP: Agência Experimental de Comunicação Institucional”.

Coordenada pela professora Juliane Martins, a Agência iniciou as atividades em 2012. Neste ano, sete acadêmicos estão envolvidos. “O projeto é um espaço para aplicar na prática o que eles aprendem em sala de aula. Além disso, atendemos grupos e instituições que não tem área de comunicação em sua estrutura”, afirma Juliane.

Atualmente, a ZiiP atende grupos como os projetosEco Octano” e “Meu Bicho é Legal”. A agência desenvolve desde logomarca, até vídeos e outras materiais para divulgação.

A proposta da Mostra de divulgar o que estamos fazendo é diferente da SIEPE (Semana Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão). Lá há uma banca avaliativa, aqui há um diálogo maior com outros projetos dentro do mesmo setor”, destaca a coordenadora Juliane.

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]