logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Professora Terumi Koto Bonnet Villalba deixa legado de dedicação à UFPR

Professora Terumi na sua última foto com a equipe do departamento
Professora Terumi (de blusa bege) em uma das últimas fotos com a equipe do departamento

A UFPR passa por uma grande perda. Faleceu na terça-feira (22) a professora Terumi Koto Bonnet Villalba, do Departamento de Letras Estrangeiras Modernas do Setor de Ciências Humanas. O velório está sendo realizado no Cemitério Vertical, na Rua Konrad Adenauer, 940 ─ Tarumã e o sepultamento será no mesmo local, nesta quarta-feira (23), às 17 horas.

“A professora Terumi Koto Bonnet Villalba era incansável e sempre com ideias criativas a respeito do Curso de Letras do qual foi coordenadora e vice-coordenadora”, lembrou sua colega e amiga do departamento, a professora Eva Dal Molin. Foi também uma das mentoras da criação da habilitação de Letras Japonês da qual sempre muito se orgulhou, acrescentou a professora Eva.

“Sempre foi muito querida pelos alunos de Letras Espanhol, por inúmeras vezes recebeu homenagens nas formaturas do curso. Não foi por coincidência que a professora Terumi nasceu no mês de maio, mês das mães, pois assim era considerada por seus alunos. Sempre muito diligente e capaz em suas aulas de Língua Espanhola e também disposta a ofertar
cursos para os alunos que precisavam da oferta de disciplinas durante os períodos de férias”, recordou a professora.

Celin ─ Também o Centro de Línguas e Interculturalidade da UFPR (Celin) teve a professora Terumi como diretora. Lá, não somente incentivava o ensino de Espanhol, como trabalhou incansavelmente pelo ensino da Língua Portuguesa para estrangeiros. Lutou pela implantação da Associação das Universidades do Grupo Montevideo (AUGM), trabalho pelos alunos do qual se orgulhava. Atuando com a professora Terumi na AUGM, o professor Alzir Fellippe Buffara Antunes, chefe do Gabinete da Reitoria, destacou o empenho da mesma na implantação do Português como língua estrangeira nas universidades do Paraguai e Argentina. “Terumi cooperou muito com a internacionalização da UFPR e sua integração no Mercosul. Uma perda irreparável, deixa um exemplo de profissionalismo, ética e humanidade”, considerou ele.

O reitor Zaki Akel Sobrinho também lamentou a perda da professora Terumi e ressaltou o legado deixado por ela na área da Educação. Nunca me esquecerei da professora Terumi, cujo legado é imenso. A sua fala em um dos discursos de formatura do Curso de Letras sempre ficou na minha memória, quando citou Carlos Drummond de Andrade em “E agora José?”. Dela, fica a mensagem emocionante para todos nós do Curso de Letras: “e agora Terumi, como ficamos nós?”, finalizou a professora Eva.

Sugestões

Informativo UFPR (Destaques da semana de 07/08 a 11/08/2023) 
DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA    🧠🔭 Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para...
Setor Palotina: Posse da nova direção
No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com...
Doutoranda que criou programas para incentivar a adoção de cães é homenageada na Câmara de Curitiba 
Na manhã desta terça-feira (8), Lu Baldan, médica veterinária e doutoranda em Ciências Veterinárias na...
UFPR lamenta falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda Santos
A Universidade Federal do Paraná comunica, com pesar, o falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda...