logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Professora da UFPR é a primeira ibero-americana a presidir entidade internacional de pesquisas sobre biologia marinha

De acordo com a professora, o Brasil vem despontando em importância regional em pesquisas sobre cefalópodes, FOTO:
De acordo com a professora Érica Vidal, o Brasil vem despontando internacionalmente nas pesquisas sobre cefalópodes. FOTO: Acervo pessoal

Uma das mais importantes entidades internacionais de pesquisas relacionadas à biologia marinha tem, pela primeira vez, uma ibero-americana como presidente. A brasileira responsável pelo feito é a professora da UFPR, Erica A G Vidal – que fica à frente do Conselho Administrativo Internacional sobre Cefalópodes até 2019.

Responsável pelo Laboratório de Cultivo de Cefalópodes e Ecologia Experimental (LaCCef), no Centro de Estudos do Mar da UFPR, e docente do Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Ocêanicos da Universidade, Érica Vidal é ainda líder do grupo de pesquisa em Aquicultura Integrada da UFPR e revisora de importantes periódicos, como Marine Biology, Aquaculture, JEMBE, Reviews in Fish Biology and Fisheries, atuando também na edição de volumes da série Advances in Marine Biology e do periódico Hydrobiologia.

De acordo com a professora, o Brasil vem despontando em importância regional em pesquisas sobre cefalópodes, não somente pelo número de especialistas atualmente trabalhando com o tema, como também pela produção de artigos científicos de nível internacional.Hoje o LaCCef é um dos polos de pesquisa sobre cefalópodes no Brasil.

“Além de ser uma grande realização profissional, acredito que este seja um enorme reconhecimento para o trabalho desenvolvido pelo Centro de Estudos do Mar. Tenho muito orgulho em ser professora do CEM, e ter sido eleita entre mais de 400 pesquisadores de diversos países é motivo ainda maior para fortalecermos a UFPR e o Brasil na comunidade científica internacional”, diz Érica Vidal.

O Conselho

O Cephalopod International Advisory Council (Conselho Administrativo Internacional sobre Cefalópodes) foi fundado, em 1983, com o objetivo de estimular, acelerar e influenciar a direção de pesquisas sobre cefalópodes – moluscos marinhos como lulas, polvos, sépias e náutilos. O Conselho possui ainda a missão de auxiliar e orientar diversos aspectos teóricos, técnicos e práticos envolvendo pesquisas com esses animais, além de disseminar informações relacionadas a pesquisas passadas e recentes de seus membros pesquisadores.

Mais informações em cephalopod.wordpress.com.

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...