logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Professor Wilson Loureiro recebe o Prêmio Muriqui pelo projeto ICMS Ecológico

Professor Wilson Loureiro
Professor Wilson Loureiro

O professor Wilson Loureiro, do Departamento de Fitotecnia e Fitossanitarismo da Universidade Federal do Paraná, recebeu este mês o Prêmio Muriqui, oferecido pelo Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica – RBMA. Reconhecido como uma das mais importantes homenagens às ações ambientais no país, o prêmio distingue aqueles que atuam na conservação da biodiversidade, fomento e divulgação do desenvolvimento sustentável do meio ambiente. O prêmio é entregue anualmente a três personalidades, sendo uma pessoa física, uma pessoa jurídica e um escolhido especial. Foi nessa categoria que o professor Wilson foi homenageado.

Ele explica que a premiação, para ele inesperada, veio a partir do reconhecimento pelo desenvolvimento do projeto ICMS Ecológico, programa de política pública colocado em prática no Paraná e em outros 16 estados brasileiros, além de estar aprovado para aplicação em Portugal. O projeto parte da premissa que para a conservação da natureza é preciso educar e incentivar, para só depois punir. Assim, o ICMS Ecológico define critérios ambientais para repasse de verbas aos municípios. Foi colocado em prática em 1991 e 25 anos depois, devido ao sucesso das ações, recebe o reconhecimento da comunidade científica do RBMA.

O Prêmio, criado em 1993, é constituído de uma estatueta de bronze representando um Muriqui (Brachyteles arachnoides e B. hypoxanthus) e um diploma. O macaco Muriqui é o animal símbolo da RBMA. Os premiados escolhidos através de voto dos membros do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica em suas ações anuais. Outros ganhadores deste ano foram Ernst Götsch e Fundação Brasil Cidadão.

A Reserva da Biosfera da Mata Atlântica – RBMA cuja área foi reconhecida pela UNESCO, em seis fases sucessivas entre 1991 e 2008, foi a primeira unidade da Rede Mundial de Reservas da Biosfera declarada no Brasil. É a maior reserva da biosfera em área florestada do planeta, com cerca de 78.000.000 hectares, sendo 62.000.000 em áreas terrestres e 16.000.000 em áreas marinhas, nos 17 estados brasileiros onde ocorre a Mata Atlântica, o que permite sua atuação na escala de todo o Bioma.

Em conseqüência de seu papel aglutinador e articulador, a Reserva da Biosfera deixou de ser apenas uma área especialmente protegida, mas tornou-se ela mesma uma importante instituição.

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...