logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Pesquisador da UFPR é o primeiro na América Latina a receber o principal prêmio da Ecologia Química

O professor Paulo Zarbin foi o primeiro pesquisador da América Latina a ser agraciado com o prêmio Silverstein-Simeone da International Society of Chemical Ecology (ISCE)*. A distinção, que será entregue em setembro de 2021 em um encontro na África do Sul, é a máxima da área da ecologia química, a que Zarbin vem se dedicando há 22 anos.

Professor Paulo Zarbin em sua apresentação ao 33º Congresso Latino Americano de Química em 2018 – foto:arquivo pessoal

A ecologia química estuda a função ecológica de produtos naturais presentes nos organismos vivos e suas aplicações. As pesquisas no laboratório coordenado pelo professor na UFPR é dedicado principalmente ao estudo da química de feromônios de insetos, que são os compostos químicos envolvidos na comunicação entre os indivíduos dentro de uma mesma espécie, o objetivo é isolar, identificar e sintetizar essas substâncias.

Uma das aplicações desse tipo de pesquisa é o uso para o controle de pragas na agricultura, como o uso de feromônios sexuais, cuja a função é atrair insetos do sexo oposto para acasalamento. O professor explica que ao identificar e sintetizar em laboratório a molécula dessas substâncias pode-se levar para as plantações e utilizar liberadores e armadilhas específicas para realizar o controle de insetos sem a utilização de agrotóxicos.

“Já isolamos em nosso laboratório os feromônios de mais de 50 espécies distintas de insetos de relevância agrícola, alguns dos quais já estão sendo utilizados em campo para o controle ecológico de pragas”, explica.

Segundo Zarbin, a ecologia química no Brasil era bastante incipiente até o final da década de 90, sendo um setor dependente de pesquisas estrangeiras e que a UFPR foi fundamental para mudar essa situação. Em 1998 foi instalado o Laboratório de Semioquímicos, coordenado pelo pesquisador desde então, no ano seguinte o Departamento de Química da UFPR realizou o I Encontro Brasileiro de Ecologia Química (EBEQ), que ao longo dos anos passou a desfrutar de reconhecimento internacional. Desde então a UFPR formou mais de 30 pesquisadores nesta linha de pós-graduação, que ajudaram a difundir estes estudos.

*Sociedade Internacional de Ecologia Química, em tradução livre.

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...