logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva pesquisa sobre saúde de professores

Uma pesquisa realizada pelo Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva (NESC) da UFPR investiga o sofrimento mental entre os professores da rede estadual básica de educação do Paraná. Embora neste meio a incidência dos casos seja elevada, as informações são de difícil acesso. Um levantamento feito pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) demonstrou que em maio de 2010, um total de 3100 professores foram afastados pela doença.

Dados da pesquisa realizada pela Divisão de Medicina Ocupacional (DIMS/SEAP) demonstraram elevado índice de adoecimento, mas raríssimas notificações de relações com o trabalho. Por outro lado, a pesquisa realizada pela APP-Sindicato demonstrou elevado grau da doença entre professores e funcionários, devido às condições de trabalho. Dos entrevistados, 66 por cento declararam que ficaram doentes em virtude do trabalho e mais de 30 por cento dos casos era de sofrimento mental.

Benefícios – Segundo os professores, a administração pública estadual não comunica adequadamente estas ocorrências e a relação delas com o trabalho impedindo, dessa forma, o recebimento dos benefícios trabalhistas aos quais os servidores teriam direito. O não estabelecimento dessa relação impossibilita a implantação de mudanças necessárias para tornar o trabalho um processo predominantemente protetor e não destrutivo da saúde.

O conhecimento dos processos de adoecimento e sua relação com o trabalho, no sentido de identificar possíveis soluções, é de fundamental importância para a melhoria da condição de vida e saúde dos docentes. Portanto, o objetivo da pesquisa é realizar com professores da rede de estadual básica de ensino do Paraná a identificação autônoma das necessidades de saúde desse público alvo.

Questionário – O estudo está sendo realizado através de um questionário contendo perguntas relacionadas às condições de trabalho, depressão, ansiedade, transtornos psíquicos menores e dependência. Todos os professores da referida rede podem participar da pesquisa, sindicalizados ou não. O questionário e o formulário podem ser encontrados no site www.nesc.ufpr.br.

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...