logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Núcleo de Comunicação Popular da Lecampo produz podcasts e boletins informativos

UFPR Setor Litoral. Foto: Marcos Solivan

O Núcleo de Comunicação Popular (NCP) é um projeto de extensão vinculado ao curso de Licenciatura em Educação do Campo (Lecampo) da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Setor Litoral. O NCP atua em duas frentes na elaboração de conteúdos: a “Rádio Lecampo” e o “Boletim Lecampo”. O seu propósito é estimular a discussão sobre comunicação popular e assessorar movimentos sociais a fim de promover a democratização dos meios de comunicação.

Para o professor e coordenador do projeto, Gilberto Guizelin, a produção desses conteúdos é importante pois são veículos onde os estudantes podem expressar suas opiniões. “É fundamental tratar desses temas, questões que tocam os interesses dos nossos estudantes oriundos de comunidades caiçaras, quilombolas, ribeirinhos e de assentamentos, mas são importantes, sobretudo, porque são veículos por onde estes estudantes podem também expor suas opiniões, suas demandas, suas falas para a comunidade da UFPR e para além dela”, declara o docente.

A seguir, conheça mais de perto o episódio mais recente do podcast Rádio Lecampo e a edição de junho do Boletim do Núcleo de Comunicação Popular.

Rádio Lecampo

O podcast apresenta temas atuais, geralmente em evidência no momento, e como esses temas incidem ou podem incidir sobre as populações do campo, das águas e das florestas.

No episódio de março de 2022, a pauta se divide em dois tópicos: a importância das vacinas, onde a comunidade estudantil Lecampo fala, da sua perspectiva, sobre o assunto e especialistas comentam sobre as vacinas em tempos de Covid-19. Na segunda parte do episódio, o professor Gilberto Guizelin aborda a origem histórica das instituições policiais brasileiras e como o racismo estrutural se mantém atualmente nessas instituições.

Os episódios são lançados bimestralmente e estão disponíveis na página da Lecampo e  no Spotify. Ouça aqui.

Boletim Lecampo

Boletim LeCampo

O Boletim, semelhante à Rádio Lecampo, também busca pautar temas de interesse das lutas dos movimentos sociais, em especial das comunidades do campo, das águas e das florestas. Porém, por ser em formato textual, permite maior aprofundamento nos temas, podendo servir de material pedagógico tanto para os professores do curso como para os seus estudantes. Na edição, é possível dar visibilidade aos projetos e pesquisas desenvolvidos pelo corpo docente e discente do curso.

O periódico, lançado em junho de 2022,  apresenta três textos que nos fazem entender um pouco mais sobre a importância da União Soviética (extinta em 1991) para o desenvolvimento mundial da ciência e tecnologia e a valorização das mulheres; Como funcionam as vacinas contra a Covid-19?; Propostas de Plano de Aula planejadas por Estudantes da Lecampo; Carta aberta aos candidatos a governador do estado de São Paulo contra a concessão do Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR) e, por fim, o texto BCN–formação de professores: imposições, desafios e antagonismos frente à Educação do Campo.

A publicação é lançada trimestralmente. E a 4ª edição já está disponível na página da Lecampo. Acesse aqui.

A estudante Vanessa Muniz Honorato é da turma Chico Mendes e bolsista do NCP. Para ela, participar do boletim e da rádio do núcleo de comunicação popular vai além de seu crescimento pessoal e profissional. “Através da aproximação de mídias digitais, que  possibilitam alcançar diferentes públicos, estamos facilitando e incentivando o debate sobre assuntos que permeiam não só a vida universitária, mas também a vida comunitária e a luta dos educandos do campo. Desta forma permitindo que eu conheça e auxilie de algum jeito nos encaminhamentos dos assuntos e reivindicações e lutas das turmas da Lecampo”, conta a discente.

Núcleo de Comunicação Popular

Criado em 2020, com a disseminação da pandemia de Coronavírus (Covid-19) tornou necessária a comunicação remota. Neste sentido, os professores frente às especificidades dos seus estudantes com dificuldades de acesso à internet e a equipamentos, buscou desenvolver formas de comunicação como informativos entre outras ferramentas que pudessem minimizar o contato entre os professores e os estudantes. Assim surgiu o projeto  do NCP.

Gilberto conta que mesmo com a retomada do Tempo Universidade das turmas – período em que os estudantes deixam suas comunidades do campo, das águas e da floresta e se dirigem para o campus do Setor Litoral da UFPR, o núcleo se apresenta como uma ferramenta de estudo contínuo. “O projeto se apresenta como uma ferramenta tanto de estudo, como de contato quando estes encerram o Tempo Universidade e retornam para seus territórios a fim de desenvolver as atividades no Tempo Comunidade”, explica.

 

(Por Felipe Reis, estagiário, com orientação de Simone Meirelles)

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...