Nova pró-reitora de Extensão e Cultura quer fortalecer o Festival de Inverno

03 abril, 2013
09:35
Por
0
Extensão e Cultura

Deise Picanço, pró-reitora de Extensão e Cultura - Foto: Leonardo Bettinelli

Ampliar a integração entre a Universidade e a comunidade externa é um dos principais objetivos de gestão da nova pró-reitora de Extensão e Cultura da UFPR, Deise Picanço. Criar dinâmica de planejamento e organizar políticas de fomento, tanto na área de extensão quanto na de cultura, e pensar qual a situação que a UFPR pretende estar daqui a quatro anos, são pontos primordiais para a atual pró-reitora. “Queremos ampliar o dialogo com agentes culturais, com secretarias de educação e cultura do município e do estado, alargar parcerias para captação de recursos e aumentar o relacionamento da Universidade com a comunidade externa”, assegura Deise.

Alguns dos seus compromissos assumidos para a área de cultura são os de melhorar a segurança nos teatros, auditórios e museus da universidade, e terminar a reforma do Teatro da Reitoria.

Deise que há 32 anos mora em Curitiba é natural de Antonina. Neta do fundador de uma das Escolas de Samba mais tradicionais de Antonina a “Filhos da Capela”, cresceu envolvida nas manifestações culturais de sua cidade, e agora como pró-reitora pensa no Festival de Inverno, promovido pela UFPR em sua cidade natal, como em um elo que amplia os laços entre a universidade e a comunidade. Elaborar um festival que traga maior impacto para a comunidade externa é um dos desejos da pró-reitora, pois segundo ela nos últimos anos o festival ficou mais restrito à comunidade interna. “Queremos promover um diálogo maior com os setores acadêmicos, fazendo com que o festival faça parte das atividades formativas dos estudantes e não apenas mais uma data no calendário acadêmico e assim integrar ainda mais a comunidade interna com a externa”, comenta Deise.

Professora Deise durante a transmissão de cargo - Foto: Leonardo Bettinelli

Na esfera de extensão existe proposta de criar um núcleo interdisciplinar de desenvolvimento para reorganizar o que antes era a coordenadoria de desenvolvimento social. Também pretende trabalhar para desburocratizar o trâmite para a aprovação de novos projetos. Será realizada alteração no formato de relatórios por meio do Sistema Integrado de Gestão da Extensão Universitária (Sigeu), que deve diminuir este trabalho. Segundo a pró-reitora o sistema já começou a ser ajustado para facilitar o acesso dos professores, visando aumentar o número de projetos de extensão da universidade. “A extensão faz parte do tripé da Universidade que é o ensino, a pesquisa e a extensão, e é por meio da extensão que estabelecemos ligação com a população”, afirmou.

Formada em letras pela UFPR, mestre em educação voltada à história do ensino de espanhol no Paraná, e doutora em letras, com ênfase na análise do discurso, Deise iniciou sua trajetória profissional na UFPR em 1996, como professora substituta no Departamento de Teoria e Prática de Ensino. Em 1998, foi aprovada no concurso e passou a integrar o quadro de funcionários da universidade. A carreira administrativa na instituição teve início em 2006 quando foi chefe de departamento e participou de várias comissões no Setor de Educação. Desde 2009 coordena o projeto de extensão para alunos da Universidade, e em 2010 assumiu a direção do Setor.

Reportagem de Flaécia Gomes Lima ( estagiária).

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]