logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Museu de Arte da UFPR realiza exposição de arte indígena contemporânea

O Museu de Arte da Universidade Federal do Paraná, MusA, reabre a exposição “Netos de Makunaimi: encontros de arte indígena contemporânea”. 

Promovida pelo Grupo PET Litoral Indígena em parceria com a Coordenadoria de Cultura da UFPR, a iniciativa dá continuidade ao movimento artístico iniciado no Abril Indígena de 2019, com a exposição “O Renascimento de Makunaimi na Arte Indígena Contemporânea”, com obras de Jaider Esbell e curadoria de Ana Elisa de Castro Freitas, no Museu Paranaense.

A proposta é criar um espaço motivado pela ideia de encontro, com a curadoria da educadora Ana Elisa de Castro Freitas (UFPR) e de  Paula Berbert (USP), cujas pesquisas igualmente convergem para o campo da arte indígena contemporânea.

Visitas mediadas podem ser agendadas por e-mail: musa@ufpr.br. Foto: Douglas Fróis

Visitas mediadas podem ser agendadas por e-mail: musa@ufpr.br. Crédito: Douglas Fróis

O evento conta com a participação ativa de estudantes graduandos da UFPR pertencentes a povos indígenas. De acordo com os organizadores, a exposição reabre no MusA como um manifesto que reafirma a presença dos que nos deixaram no campo físico, mas que seguem atuantes e vibrantes no campo cosmo-político que a Arte Indígena Contemporânea evoca.

A exposição acontece até o dia 3 de setembro. Durante esse período, obras e intervenções artísticas de Jaider Esbell, Gustavo Caboco, Bernaldina José Pedro, Ricardo Werá, Juliana Kerexu, Allan Paraná Costa, Calita Rodrigues, Ryan Luiz Paraná, estão presentes no MusA. 

A visitação pode ser realizada de segunda a sexta das 09h às 12h e das 13h às 18h, na Sala do Acervo – Prédio Histórico da UFPR, 1º andar, com acesso pela escadaria na Praça Santos Andrade, nº 50, Centro – Curitiba/PR. 

A entrada é gratuita, mediante registro na recepção e apresentação de Comprovante Vacinal. O uso de máscaras é obrigatório em todas as dependências da UFPR.

 

 

Por Bruna Durigan

Com orientação de João Cubas 

pt_BRPortuguese