MEC cria comissão para acompanhar expansão nas universidades federais

25 julho, 2012
18:09
Por
0
UFPR

Em portaria publicada na edição desta terça-feira (24) no “Diário Oficial da União”, a Secretaria de Educação Superior (Sesu) do Ministério da Educação criou uma comissão para acompanhar o programa de expansão das universidades federais.

A comissão conta com dois representantes da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes): o presidente, João Luiz Martins, e a suplente do segundo vice-presidente, Maria Lúcia Cavalli Neder e dois integrantes da União Nacional dos Estudantes (UNE), Daniel Iliescu, presidente da entidade, e Yuri Pires, e dois funcionários do próprio MEC foram nomeados membros da comissão.

De acordo com a portaria, a comissão está “incumbida de acompanhar as ações do Ministério da Educação com vistas à consolidação do processo de expansão das universidades federais e de tratar dos assuntos estudantis correlatos ao tema”.

Os encontros do grupo serão periódicos e incluem, entre outros temas, uma análise das verbas disponíveis para a consolidação do processo de expansão da rede federal de ensino superior.

Expansão e Reuni
Em 2003, o governo federal deu início ao Programa Expansão Fase I, com enfoque na construção de campi de universidades e institutos já existentes no interior dos estados brasileiros, além da criação de novas universidades e institutos.

Já o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni) foi criado em 2007 com o objetivo de dar “condições para que as universidades federais promovam a expansão física, acadêmica e pedagógica da rede federal de educação superior”.
Entre 2002 e 2010, de acordo com dados do MEC, o número de campi das universidades e institutos pulou de 288 em 234 municípios para 628 campi em 551 cidades. A previsão até 2014 é de criar 255 novos campi ─ 208 deles de institutos federais ─ em 247 cidades.

Segundo documento do ministério datado de 2008, entre 2003 e aquele ano, os dois programas tiveram aporte de R$1,6 bilhão do governo federal, além da criação de mais de 15 mil postos de trabalho ─ 6.355 vagas para técnicos administrativos e 9.489 vagas para professores.

ACS com informações do Reuni

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]