Livro didático une ciência à cultura pop e ensina técnicas de sobrevivência para um cenário distópico

04 novembro, 2021
11:06
Por Lais Murakami
0
Extensão e Cultura

O livro “Conhecimentos Químicos que você precisa para sobreviver ao Apocalipse Zumbi” ensina Química de forma lúdica, usando como cenário um ambiente distópico e sem recursos. Entre os ensinamentos estão o que fazer sem água potável, como tratar rejeitos e como armazenar comida. 

A obra é uma produção desenvolvida pela parceria dos projetos do Departamento de Química, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), que integram o Programa Residência Pedagógica e o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid). O professor Roberto Dalmo, coordenador do Residência Pedagógica Química, foi o idealizador do livro que reuniu integrantes dos projetos, professores da educação básica, estudantes de graduação e de pós-graduação e teve a colaboração dos professores Everton Bedin, do Setor de Exatas, e Josafá Cunha, do Setor de Educação. A diagramação ficou sob responsabilidade de Gabriela Ferreira, ex-residente pedagógica; a ilustração foi feita por Amanda Ribeiro da Rocha; e a revisão ortográfica e estilística foi realizada por Tiago Reis, integrante do Programa Residência Pedagógica.

O livro foi inspirado no personagem Eugene Porter, da série fictícia “The Walking Dead”, produzida pelo canal Fox. Na trama, o personagem interpretado pelo ator Josh McDermitt é fisicamente fraco, mas consegue sobreviver e se mostrar útil para a dinâmica que se forma no apocalipse porque tem conhecimento em ciência básica. 

“A ciência básica muitas vezes é deixada de lado porque temos tudo em mãos, compreendemos pouco os processos. Então a ideia era utilizar o tema ‘apocalipse zumbi’ para pensar sobre ciência básica, sobre como existem saberes que são relevantes e que às vezes deixamos de lado porque recebemos tudo pronto nessa sociedade de consumo”, comenta Dalmo.

Ao aproximar a didática dos conteúdos consumidos pelos estudantes, o objetivo do livro, como explica Dalmo, é instigar os jovens, nas salas de aula, a pensarem nas ciências junto às artes, possibilitando interpretar as produções cinematográficas de forma crítica e, dessa maneira, estimular o interesse pela ciência.

Com a obra, o professor também espera instigar o pensamento sobre o que significa a humanidade como é imposta e que outras formas de vida podem ser imaginadas. “Indiretamente, o livro aborda questões sobre a sociedade de consumo, que se aliena de algumas questões básicas. Por exemplo, como deixamos de perceber tudo que se passa para um alimento chegar em nossa mesa, tudo que está em jogo, as pessoas que estão envolvidas”, explica Dalmo.

O livro está disponível, gratuitamente, para download aqui

Por Leticia Barbosa Ribeiro

Sob orientação de Jéssica Tokarski

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]