Fazenda de Rio Negro é cedida oficialmente para a UFPR

26 abril, 2012
11:36
Por Gustavo Santos
0
UFPR

o reitor Zaki Akel Sobrinho com o documento e o superintendente do Patrimônio da União, Duarte Antonio Vaz ( ao centro)

Depois de quase 40 anos desenvolvendo pesquisas principalmente na área florestal, a Universidade Federal do Paraná tem agora um documento que permite oficialmente o uso da Estação Experimental de Rio Negro. A área de mais de um milhão de m², em Rio Negro, há 100 quilômetros de Curitiba, divisa do Paraná com Santa Catarina, foi cedida à UFPR pelo Patrimônio da União no Paraná. Este é o primeiro passo para a regularização definitiva da área, segundo o pró-reitor de Administração, professor Paulo Krüger. O que a Universidade tinha até então era um ofício do Ministério da Agricultura.

A Fazenda mantém um dos maiores acervos de árvores do País. Estudantes e professores de Agronomia e Engenharia Florestal desenvolvem dezenas de estudos na área.

A solenidade da assinatura do termo de cessão foi na sede da Superintendência do Patrimônio da União no Paraná. O documento foi assinado pelo reitor Zaki Akel Sobrinho e pelo superintendente Duarte Antônio Vaz. O reitor destacou a importância de ampliar a área física da UFPR e o superintendente destacou as pesquisas como “destino nobre” para a fazenda.

Veja matéria sobre o assunto veiculada na UFPR/TV

aula na Estação de Rio Negro

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]