logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Ex-Reitor Carlos Augusto Moreira Júnior parabeniza a UFPR pelo seu centenário

Professor Carlos Augusto Moreira Júnior
Professor Carlos Augusto Moreira Júnior

Às vésperas dos 100 anos da UFPR, o ex-reitor Carlos Augusto Moreira Júnior recorda alguns fatos expressivos, que até hoje o fazem lembrar com carinho dos anos em que esteve à frente da instituição por duas gestões ─ 2002/2005 e de 2005 a 2008.
“São muitos os fatos que nos marcaram ao longo de nossa trajetória na instituição, mas alguns merecem nota. “Outro dia andava pela rua no centro da cidade e fui parado por duas moças. Elas disseram que queriam me agradecer por ter possibilitado que elas estudassem na UFPR e que haviam se graduado no dia anterior. Eram duas cotistas raciais. Isso me deu muita satisfação”, contou o professor.

Ainda no Setor Litoral, continuou ele, durante a cerimônia de inauguração, um menino de mais ou menos 12 anos assistia a solenidade, do lado de fora. “Ao sair, ele gritou para mim: um dia vou estudar aí dentro. Espero que ele tenha conseguido”, lembrou.
Outra vez, o professor Moreira recordou que visitava a Floresta do Palmito, na estrada para Pontal do Paraná. Lá, estava sendo realizada uma aula prática de Agronomia. Conversando com os alunos, notou um senhor de mais ou menos 50 anos no grupo. Achando que fosse o professor, perguntou sobre o curso. “Para minha surpresa ele era um aluno, havia ingressado pelo Provar e durante toda a vida teve o sonho de ser agrônomo”, refletiu.

MUDANÇAS ─ Segundo Moreira, a maior mudança dos últimos anos foi a grande quantidade de recursos que foram aportados à UFPR, em função das políticas do MEC de apoio às universidades públicas brasileiras. Além disso, o Reuni, lançado pelo MEC e aprovado ainda em sua ultima gestão, trouxe recursos financeiros, humanos e, inclusive, funções gratificadas para a administração da universidade que antes não havia.
Foram muitas as iniciativas expressivas realizadas durante sua gestão. Entre elas, destaca-se a implantação das cotas raciais e sociais, a criação da Universidade do Litoral; a construção do Restaurante Universitário do Centro Politécnico e outras. “Ainda durante minha gestão foi possível perceber o impacto social positivo que tivemos com a adoção das cotas”, considerou.

A construção da Universidade do Litoral (hoje Setor Litoral), em parceria com o Governo do Estado, foi uma grande realização. Levamos a uma região, anteriormente só lembrada durante o período de férias, ensino público e gratuito de alta qualidade. O fato está modificando o perfil do litoral paranaense e toda a região é muito agradecida à UFPR pelo avanço e progresso que está levando para a região.

PROVAR ─ O Programa de Ocupação de Vagas Remanescentes também foi significativo, argumentou o professor. Foram recebidos na UFPR estudantes que estavam com dificuldades para pagar os seus estudos nas universidades privadas e, através do programa, foi permitido que terminassem seus cursos na universidade pública.

REUNI ─ “O Programa de Reestruturação das Universidades Brasileiras foi aprovado em minha gestão. Permitiu que a universidade realizasse um grande número de obras, além de responder pela melhoria da qualidade do ensino”, complementou o professor. Fato relevante também foi a criação da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae).

100 ANOS ─ Sobre a importância do centenário da UFPR para o estado e para o país, Moreira recorreu à memória: “sempre disse que a UFPR foi a maior invenção dos paranaenses. Afirmei em público que considerava o doutor Victor Ferreira do Amaral, fundador da Universidade do Paraná, o maior paranaense do século XX. Minha admiração por todos aqueles que ajudaram a construir e por todos aqueles que até hoje contribuem para a construção da UFPR é inestimável.”

Ao completar 100 anos, ressaltou, a Universidade Federal do Paraná mostra de maneira inequívoca sua importância para o progresso do Paraná e do Brasil. Em um país com tantos problemas na educação, termos uma universidade pública com a qualidade da UFPR e que comemora 100 anos é motivo de júbilo e infinita alegria. Ao completar seu primeiro centenário, a universidade é o maior exemplo do poder transformador da educação em nosso país.

Finalizando, o ex-reitor reitera as palavras proferidas durante seu discurso de posse como reitor em 2002: “tenho uma confiança sem limites no brilhante futuro desta universidade, no seu relevante papel de transformação social e na importância para nossa sociedade e para o país. Em suas atividades residem a identidade cultural e intelectual do povo paranaense, reside também a pesquisa de ponta neste estado, a formação de nossos filhos como profissionais e cidadãos. Certamente, é o ideário de uma nação livre, soberana e solidária. Parabéns Universidade Federal do Paraná.”

Leia também:

Ex-Reitor Carlos Faraco: centenário da UFPR remete à criação genial da sociedade paranaense
A Universidade dos Paranaenses está prestes a completar 100 anos
No centenário da UFPR a parceria com a Itaipu mostra muitos resultados
Centenário da UFPR: ex-reitor Carlos Antunes diz que a UFPR foi a maior invenção dos paranaenses
Presidente da Fecomércio elogia a UFPR como ex-aluno e parceiro
Prédio Histórico ganha uma nova iluminação no dia do centenário
Netos do engenheiro militar Baêta de Faria resgatam as memórias do avô nos 100 anos da UFPR
Documentos e imagens resgatados pelo professor Ulf Baranow remetem à memória dos 100 anos da UFPR
Ex-Reitor Ocyron Cunha: presença constante na UFPR
Professor José Henrique de Faria relembra sua trajetória como reitor da UFPR na proximidade dos 100 anos da instituição

Sugestões

Informativo UFPR (Destaques da semana de 07/08 a 11/08/2023) 
DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA    🧠🔭 Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para...
Setor Palotina: Posse da nova direção
No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com...
Doutoranda que criou programas para incentivar a adoção de cães é homenageada na Câmara de Curitiba 
Na manhã desta terça-feira (8), Lu Baldan, médica veterinária e doutoranda em Ciências Veterinárias na...
UFPR lamenta falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda Santos
A Universidade Federal do Paraná comunica, com pesar, o falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda...