logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Mesa-redonda discute o papel do estágio na formação de professores

O estágio é a oportunidade do estudante ter um contato com a realidade da sua profissão, no caso dos cursos de licenciatura esta prática é fundamental mas esbarra em uma diversidade de problemas que podem prejudicar este processo de formação. A mesa-redonda “Conceituação de estágio como componente curricular dos cursos de licenciatura” debateu o tema na tarde desta quinta-feira (28) trazendo para a UFPR duas experiências que tem apresentado êxito na Universidade Federal de Juíz de Fora (UFJF) e Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

A professora Maria de Assunção Calderano (UFJF) contou um pouco da experiência que teve ao implementar políticas e realizar uma pesquisa em torno do tema. Encontrou muitos problemas ao se inteirar das práticas de estágio que aconteciam nas licenciaturas da UFJF, como a má compreensão sobre o papel do professor na escola que recebe o estudante: “O professor da escola atua como um formador, muitas vezes sem ser reconhecido como tal”. Para a professora as duas figuras-chave na orientação do estudante são as duas pontas da docência, o professor do ensino básico e o professor universitário, ambos devem juntar esforços na melhor orientação do estudante.

A Coordenação de Políticas para a Formação de Professores (Copefor) e o Centro de Articulação das Licenciaturas do Setor de Educação (Ceali), ambas da UFPR, organizaram o evento tendo em vista que uma nova legislação amplia a importância e a carga-horária das atividades práticas no currículo dos cursos que formam professores, das quais os estágios é uma das mais importantes.

Catarina Moro, coordenadora da Copefor e mediadora da mesa, explica que o objetivo é ampliar a discussão em torno do conceito que o estágio têm para a formação dos professores “este evento é uma oportunidade de discutir quais os sentidos os nossos convidados dão para o estágio de licenciatura em suas instituições, com vistas para a gente conceber como ele pode ser para as licenciaturas na UFPR a partir destas mudanças na legislação”. O evento é mediado também pela professora Ivanilda Higa, do Setor de Educação da UFPR.

Segundo o Pró-reitor de Graduação, Eduardo Barra, que acompanhou o evento, “o estágio é um momento crucial da formação universitária, “O estudante precisa ser muito bem acompanhado é um processo longo de amadurecimento, ele tem que lidar com aspectos muito diversificados na sala de aula, aspectos cognitivos, aspectos emocionais, aspectos sociais”.

en_USEnglish