logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Acompanhar dinâmica do setor é principal desafio nos quadros das agências reguladoras, diz coordenador do PRO-REG

O coordenador do PRO-REG (Programa de Fortalecimento da Capacidade Institucional para Gestão em Regulação), Jadir Dias Proença. Foto: Marcos Solivan/ACS da UFPR.

O coordenador do PRO-REG (Programa de Fortalecimento da Capacidade Institucional para Gestão em Regulação), Jadir Dias Proença, afirmou hoje que o principal desafio na área de pessoal das agências reguladoras é acompanhar a dinâmica do mercado. “O nosso esforço é nos enquadramos à realidade, que muda muito”, comentou Proença, um dos convidados especiais da mesa redonda “Desafios e Estratégias de Capacitação de Pessoal das Agências Reguladoras”.
Uma das formas de resolver este problema, segundo Proença, é dividir a qualificação dos servidores por eixo de atuação. Um destes eixos é o acompanhamento do ambiente internacional no setor de regulação. “A experiência internacional pode nos ajudar a resolver este problema”, comentou o coordenador.
Mas este não é o único problema do setor. O treinamento dos colaboradores com cargos em comissão gera outro desafio. “Muitos deles são treinados, mas ficam pouco tempo e vão embora”, comentou. O Brasil tem dez agências reguladoras.
Modelo americano
Promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas da UFPR, o evento foi aberto pelo professor Victor Manoel Pelaez Alvarez, professor de Economia da UFPR. Ele explicou que as agências reguladoras brasileiras seguem modelo dos EUA, que tem cinqüenta organizações do setor.
Além de Victor Alvarez e Jadir Proença, a mesa redonda registrou as participações da pesquisadora do Observatório Industrial de Agrotóxicos da UFPR (ligado ao Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas) e ex-gerente de normatização e avaliação da Anvisa, Letícia Rodrigues da Silva; e do professor Luiz Alberto Esteves, cedido pela UFPR para atuar como economista-chefe do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

en_USEnglish