logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Divisão de obras raras e especiais será aberta ao público esta semana

Livro do acervo de obras raras da UFPR - foto: Samira Neves
Livro do acervo de obras raras da UFPR – ‘Urupês’ de Monteiro Lobato, Coleção Plínio Barreto – foto: Samira Neves

A Biblioteca de Ciências Humanas e de Educação da Universidade Federal do Paraná inaugura na próxima sexta-feira, dia 5, às 17 horas, sua Divisão de Obras Raras e Especiais. O evento acontece no saguão da biblioteca, localizado no 2º andar do Prédio Dom Pedro I (Reitoria).

A nova divisão é fruto de um projeto iniciado em 2015 para melhorar o acondicionamento do acervo de obras raras da unidade. Os cerca de 14 mil volumes presentes na biblioteca foram higienizados e ganharam um sistema de controle de umidade e temperatura. O processo de catalogação já chega a cerca de 30% das obras, que estarão disponíveis para consulta a partir de agora.

A equipe da biblioteca também recebeu treinamento para fazer a manutenção do acervo e estabeleceu normas para a consulta das obras, na busca de proteger os volumes que constituem um patrimônio cultural expressivo da UFPR.

Um dos destaques do acervo é a tradução para o francês da obra “Les oeuvres meslees de Plutarqueo”, do filósofo grego Plutarco, impressa por Michel de Vascosan no ano de 1574. O impressor se tornou famoso em Paris em meados do século XVI por suas edições de luxo, tendo recebido o título de impressor real da França. A peça,  O volume,  finamente decorada e em ótimo estado de conservação, é uma das mais antigas presentes na universidade e foi impressa 338 anos antes da UFPR ser fundada.

Coleções

A biblioteca conta com três coleções principais relacionadas aos seus principais doadores, que legaram sua coleção de livros à UFPR. São eles, o jornalista e crítico literário Plínio Barreto, o educador e professor da UFPR, Erasmo Pilotto, e o poeta e filosofo, também professor da UFPR, Ernani Reichmann.

Cada conjunto traz a marca de seus doadores. Hoje o acervo mantém uma das principais coleções latino-americanas de obras do filósofo Sören Kierkegaard, fruto da ligação de Reichmann com sua obra, que chegou a ser reconhecido como o principal estudioso da sua obra no continente.

Na coleção Plínio Barreto destaca-se as obras literárias. Barreto foi um destacado crítico literário no começo do século XX e recebia obras de escritores brasileiros para sua avaliação. Obras com dedicatórias de nomes como Monteiro Lobato e Oswald de Andrade são algumas das preciosidades presentes neste conjunto.

A coleção Erasmo Pilotto traz a marca da sua trajetória como intelectual no Paraná. O educador foi um nome de destaque na região das inovações pedagógicas da Escola Nova e participou de movimentos que marcaram o movimento literário no estado, sendo um dos editores da Revista Joaquim, publicação que foi um divisor de águas, revelando escritores como Dalton Trevisan e José Paulo Paes.

Serviço

Inauguração da Divisão de Obras Raras e Especiais da Biblioteca de Ciências Humanas e de Educação da UFPR

Local: Saguão da Biblioteca de Ciências Humanas e de Educação – edifício Dom Pedro I, 2º andar (Complexo da Reitoria – Rua General Carneiro, 360)

Data: 5 de maio de 2017

Horário: 17h

Sugestões

Informativo UFPR (Destaques da semana de 07/08 a 11/08/2023) 
DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA    🧠🔭 Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para...
Setor Palotina: Posse da nova direção
No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com...
Doutoranda que criou programas para incentivar a adoção de cães é homenageada na Câmara de Curitiba 
Na manhã desta terça-feira (8), Lu Baldan, médica veterinária e doutoranda em Ciências Veterinárias na...
UFPR lamenta falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda Santos
A Universidade Federal do Paraná comunica, com pesar, o falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda...