logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Diretoria de Apoio aos Campi Avançados traz melhor articulação entre unidades da UFPR

A nova Diretoria de Apoio aos Campi Avançados, que substitui a Coordenação de Expansão e Infraestrutura de Novos Campi da UFPR, foi criada neste ano para estreitar o contato entre os campi e, principalmente, promover mais diálogo entre eles e a administração central.

A UFPR tem cinco campi fora de Curitiba: em Jandaia do Sul, Matinhos, Palotina, Pontal do Sul e Toledo. Alguns desses campi possuem cursos que foram implantados recentemente, como o curso de medicina em Toledo, cuja primeira turma teve início no primeiro semestre de 2016.

Para o diretor de Apoio aos Campi Avançados, Helton José Alves, a distância entre a administração central e os campi pode gerar dificuldades para a comunidade de servidores, professores e alunos. “A ideia dessa Direção é trabalhar com os diretores, coordenadores de curso e demais envolvidos para, primeiro, conhecer os principais problemas que essas unidades possuem atualmente – embora muitos deles já sejam conhecidos – e buscar soluções integradas, direcionando a demanda de cada campus para ações mais ágeis e efetivas”, explica Alves.

Após a expansão da UFPR para outras cidades do Paraná, esse é o momento de consolidação das estruturas. O campus de Toledo, que é o mais recente, ainda está em fase de implantação e possui uma estrutura provisória, assim como o campus de Jandaia do Sul. O objetivo é buscar soluções para que esses campi tenham suas próprias estruturas físicas. Já no caso dos campi de Palotina, Centro de Estudos do Mar e Matinhos, que já têm estruturas estabelecidas, a Diretoria vai trabalhar para a sua consolidação.

Atualmente, mais de seis mil pessoas estão localizadas nos campi avançados. Segundo Alves, o maior desafio da nova Direção é atingir os seus objetivos em meio a um período de recessão. “O maior desafio é, neste período de recessão, dar a qualidade necessária para que esses campi possam ter condições de trabalho para aqueles que vivem neles diariamente. Também, para que os alunos de graduação e pós-graduação possam ter cursos de qualidade, que atinjam sua excelência no menor prazo possível, assim como os demais da nossa Universidade”, afirmou.

Para isso, a Diretoria vai buscar apoio do poder público, da força política local, lideranças, entre outros, para encontrar soluções – inclusive financeiras – para a manutenção e implantação desses campi.

A Diretoria de Apoio aos Campi Avançados está vinculada ao Gabinete do Reitor, e conta com uma unidade no Setor Palotina, para atendimento dos campi presentes nas regiões Oeste e Noroeste do estado. A Diretoria terá, também, uma unidade em Curitiba, para atender os campi de Matinhos e de Pontal do Paraná, e também para o desenvolvimento de ações em conjunto com as pró-reitorias e para apoio na execução dos projetos.

Saiba mais sobre os campi avançados da UFPR:

Jandaia do Sul

jandaia_do_sul
Foto: Marcos Solivan

Fundado em 2014, o campus de Jandaia do Sul oferece os cursos de Engenharia Agrícola, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Produção, Licenciatura em Ciências Exatas e Licenciatura em Computação, além de projetos de extensão nas áreas de Educação, Meio Ambiente e Tecnologia.

 

Matinhos

Foto: Leonardo Bettinelli
Foto: Leonardo Bettinelli

O Setor Litoral, instalado em Caiobá, município de Matinhos, promove a educação superior no litoral do Paraná. Suas ações chegam aos sete municípios litorâneos e se estendem ao Vale do Ribeira. Os cursos de graduação oferecidos pelo Setor Litoral são de licenciatura em Artes, Ciências, Educação do Campo, Educação Física, Geografia, Linguagem e Comunicação; Bacharelado em Administração Pública, Gestão Ambiental, Gestão e Empreendedorismo, Saúde Coletiva, Serviço Social; Tecnólogo em: Agroecologia, Gestão de Turismo, Gestão Imobiliária.

 

Palotina

palotina
Foto: Samira Chami Neves

Inaugurado em 1993, o Setor Palotina oferece cursos de graduação em Agronomia, Ciências Biológicas, Engenharia de Aquicultura, Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, Engenharia de Energias Renováveis, Licenciatura em Ciências Exatas, Licenciatura em Computação e Medicina Veterinária; e os cursos de pós-graduação em Aquicultura e Desenvolvimento Sustentável, Bioenergia, Bioquímica e Biologia Molecular; Ciência Animal, Residência em Medicina Veterinária e Tecnologia de Bioprodutos Agroindustriais.

 

Pontal do Sul

pontal_do_sul_cem_centro_estudos_mar
Foto: Samira Chami Neves

O Centro de Estudos do Mar é sediado em Pontal do Sul. São oferecidos cinco cursos de graduação: Bacharelado em Oceanografia, Licenciatura em Ciências Exatas, Engenharia de Aquicultura, Engenharia Ambiental e Sanitária e Engenharia Civil. O CEM também conta com o Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos, que possui o conceito 4 da Capes.

 

Toledo

Foto: Samira Chami Neves
Foto: Samira Chami Neves

O novo campus Toledo iniciou suas atividades no primeiro semestre de 2016, com a entrada da primeira turma do curso de Medicina. O curso usa uma metodologia inovadora, focada na medicina da família. A cada vestibular, entram 60 novos alunos (30 para o primeiro semestre e 30 para o segundo) que, no começo, conhecem o trabalho das unidades municipais de saúde básica e acompanham os agentes comunitários. Aos poucos, a complexidade do trabalho aumenta, chegando ao momento em que eles atenderão aos pacientes, acompanhados dos profissionais. Leia mais

Sugestões

Informativo UFPR (Destaques da semana de 07/08 a 11/08/2023) 
DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA    🧠🔭 Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para...
Setor Palotina: Posse da nova direção
No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com...
Doutoranda que criou programas para incentivar a adoção de cães é homenageada na Câmara de Curitiba 
Na manhã desta terça-feira (8), Lu Baldan, médica veterinária e doutoranda em Ciências Veterinárias na...
UFPR lamenta falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda Santos
A Universidade Federal do Paraná comunica, com pesar, o falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda...