Dia de homenagens na UFPR

19 junho, 2012
18:39
Por leonardo
0
UFPR

A UFPR homenageou na manhã dessa terça-feira (19) a Escola de Engenharia e os pioneiros dos setores de Tecnologia e de Ciências da Terra. A cerimônia faz parte da comemoração dos 100 anos da UFPR, que realiza todos os meses, até dezembro, eventos para celebrar o centenário.

A Escola de Engenharia deu origem a cursos do Setor de Tecnologia, como a Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Engenharia de Produção, Engenharia Ambiental e Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia. Foi responsável pelo surgimento de um novo Setor, o de Ciências da Terra ─ com os cursos de Geografia, Geologia e Engenharia Cartográfica. “Respeito, admiração e gratidão são palavras que representam o que sinto pelas pessoas que ajudaram a construir a Escola de Engenharia”, declarou o professor doutor Marcos Antonio Marino, diretor do Setor de Tecnologia.

Comemoração dos 100 anos - evento de junho no Politécnico - Foto: Leonardo Bettinelli

Os profissionais homenageados, que marcaram de diversas formas tanto a Escola quanto os Setores, receberam um certificado das mãos do reitor Zaki Akel Sobrinho e do vice-reitor Rogério Mulinari. Para Cyro Corrêa Lyra, arquiteto formado na primeira turma do curso na UFPR, estar presente no evento é um honra, tendo trabalhado mais de 20 anos na Universidade. Dentre os contemplados pela homenagem, estão ainda Jaime Lerner e Luiz Forte Neto, também da Arquitetura e Urbanismo; Rubens Meister, da Engenharia Civil; Helio Irani da Motta e Camanducaia, Herbert Wiegand Leyser e Joaquim Telêmaco Carneiro, da Engeharia Elétrica; Gregório Bussyguin e Laertes Bertoli Guimarães, da Engenharia Mecânica; Moacir Kaminski Nilton Emílio Bührer, da Engenharia Química; Carlos Ricardo Soccol, de Engenharia de Bioprocessos; João José Bigarella, Geólogo e Geógrafo e Engenheiro Químico; Camil Gemael, da Engenharia Cartográfica; servidor aposentado Leonardo José da Silva, e Rodiney de Souza; Enedina Marques, primeira aluna mulher e negra do Setor de Tecnologia; e Saul Gonçalves D’Ávila, aluno do curso de engenharia química.

Comemoração dos 100 anos - evento de junho no Politécnico - Foto: Rodrigo Juste Duarte

Foi realizada ainda uma homenagem póstuma aos reitores Flávio Suplicy de Lacerda, engenheiro, professor, diretor da Escola de Engenharia e Ministro da Educação, e Riad Salamuni, geólogo, professor e primeiro reitor da democratização da UFPR. O vice-reitor Mulinari, declarou que com este centenário festeja-se um sonho e ressaltou a importância do desenvolvimento científico-tecnólogico na sociedade. “Nossa Universidade é jovem se comparada às do Hemisfério Norte, mas vejo aqui a chama, a paixão, dos que veem na educação uma causa. Nossos alunos são os melhores aqui e lá fora, não apenas pelo conhecimento tecnológico mas também pelo lado humanista que a Universidade desenvolve.”

A alegria do centenário foi também expressa nas palavras do reitor da UFPR. “No momento estamos rememorando quem ajudou a construir essa Universidade. Olhando para trás, nos inspiramos nestas personalidades que serviram tanto à Universidade quanto ao Estado e ao País. Somos hoje uma universidade cidadã, com ótimos programas de pesquisa e pós-graduação e com o de extensão e cultura cada vez mais desenvolvido.”

No evento foi lançado o livro Cadernos de Educação a Distância, que contém artigos sobre essa modalidade de educação na UFPR, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), e na Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro). A professora Hermínia Marinho, da UEPG, destacou que a Educação a Distância (EaD) no Brasil é essencial para atingir grandes grupos populacionais, mas que ainda precisa de apoio e valorização, para que possa conquistar credibilidade. “Queremos a criação de nova cultura educacional”, resume. Já a professora Maria Aparecida Crissi Knuppel descreveu a trajetória da EaD na Unicentro. No início, em 2005, eram apenas três pessoas trabalhando em três computadores, enquanto hoje são vários laboratórios e equipamentos e uma equipe numerosa.

Foto: Leonardo Bettinelli

O artigo sobre a EaD na UFPR é um registro feito pela coordenadora da Coordenação de Integração de Políticas de Educação a Distância (Cipead), Marineli Meier, sobre o histórico de iniciativas e atividades na Instituição. “Em 2000, foi feito o credenciamento do EaD da UFPR no Ministério da Educação e Cultura, com a primeira versão do curso de pedagogia”, conta Marineli. Em 2009, houve a comemoração dos 10 anos do Programa Anual de Capacitação Continuada (PACC). Em 2011, foram capacitados mil tutores. Glaucia Britto, coordenadora pedagógica da Cipead e organizadora do Cadernos de Educação a Distância explica que até então não havia um registro histórico da EaD em várias instituições, e que este é um marco histórico. O conteúdo do livro será disponibilizado em e-book. Ainda em comemoração ao centenário da UFPR, o “Madrigal da UFPR” fará uma apresentação às 20 horas, no Teatro da Reitoria.

Amanda Pofahl e Juliana Blume, sob orientação de Ana Paula Moraes

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]