logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Curso de Odontologia celebra 105 anos

O curso de Odontologia, um dos pioneiros da Universidade Federal do Paraná, celebrou nesta segunda-feira (4) seus 105 anos de existência com uma solenidade que relembrou momentos importantes de sua história.

O ensino odontológico no estado do Paraná surgiu com a instalação da UFPR em 1912. “Os 13 alunos matriculados no curso iniciaram as aulas no dia 15 de março de 1913, em um prédio localizado na Rua Comendador Araújo. A partir desse momento, estava lançada a sorte da Escola de Odontologia”, recordou a coordenadora da graduação, Ângela Fernandes.

Ângela também lembrou que o curso estava vinculado, inicialmente, à Faculdade de Medicina e começou a funcionar de forma independente em 1958, tendo como seu primeiro diretor o professor Júlio Estrela Moreira. Por um longo período, a Faculdade permaneceu como única instituição de formação de cirurgiões-dentistas no estado e, na década de 70, a graduação foi incorporada ao Setor de Ciências da Saúde.

Foto: Marcos Solivan

Nelson Luis Barbosa Rebellato, diretor do Setor de Ciências da Saúde e primeiro cirurgião-dentista e ocupar este cargo, destacou a importância que o curso de Odontologia e a UFPR tiveram em sua formação profissional e pessoal. “O curso e a universidade me deram tudo que tenho e tudo que sou. Sou grato pela instituição por agregar em minha pessoa o sentimento de uma vida ética construída na luta diária para que consigamos, cada vez mais, diminuir as diferenças sociais e as desigualdades, agindo com amor e respeito”.

Rebellato salientou a importância de repassar o conhecimento recebido e reforçou a confiança na graduação. “Eu acredito no curso de Odontologia e na UFPR. Espero que ela possa dar aos futuros egressos a base para a construção de uma vida feliz, digna e de sucesso”.

Ao parabenizar o curso, Graciela Bolzón de Muniz, vice-reitora da UFPR, manifestou a profunda gratidão da universidade a todos os pioneiros. “Hoje reverenciamos o passado com olhos no futuro, ressaltando as raízes desse sonho de fé, de trabalho e de paixão que motivou a formação da nossa universidade. Foram aqueles idealistas, homens e mulheres, de corações generosos e com visão de futuro que sonharam os primeiros sonhos desse curso. Revestidos de nobres idealismos e de uma profunda convicção educativa, esses ilustre profissionais permitiram que a instituição desse seus primeiros passos em um momento que pouco se podia ver da estrada que por eles esperava”.

Graciela salientou, ainda, a grande inserção do curso na sociedade e a contribuição com alto nível científico para o desenvolvimento do ensino, da pesquisa e da extensão. “Espero que vocês continuem cuidando do sorriso das pessoas, pois esta é a mais pura expressão de felicidade”, finalizou.

 

pt_BRPortuguese