logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Contrato entre UFPR e Secretaria Estadual da Saúde levará Telessaúde a todos os municípios do Paraná

O reitor em exercício da UFPR, Rogério Andrade Mulinari, e o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, assinaram contrato hoje (dia 2), em Curitiba, que garantirá a operação do Programa Telessaúde em todos os municípios do Paraná. Criado oficialmente em 2013 no Paraná, o projeto é voltado à saúde primária e visa tanto a melhoria da rapidez e da qualidade do atendimento, por meio de um moderno sistema de teleconsultoria, quando a capacitação dos profissionais da área médica.
A Secretaria da Saúde já obteve a adesão ao projeto de 309 cidades, em 367 pontos de atendimento, mas queria novas parcerias para garantir a total cobertura do sistema. “Essa ampliação só está acontecendo porque o Hospital de Clínicas deu retorno positivo ao nosso pedido de parceria e vai cobrir uma lacuna que outros centros de formação, lamentavelmente, não quiseram cobrir. O Hospital de Clínicas mostrou competência na execução do projeto. Com a expansão e usando tecnologia avançada, muito mais pessoas serão atendidas de maneira ágil e com mais qualidade”, avaliou Caputo.
Para Mulinari, a assinatura do contrato é prova da competência da equipe da UFPR e de que, quando um grupo decide fazer algo, mesmo em um momento de crise, consegue atingir seu objetivo. “A parceria vai garantir a continuidade do projeto, que é uma solução importante para a saúde pública e consolida o SUS (Sistema Único de Saúde) como a melhor opção de atendimento à população”, avaliou. O reitor em exercício da UFPR destacou também o fato de profissionais do campus da UFPR em Jandaia do Sul terem, hoje de manhã, firmado parceria com a Secretaria Estadual da Saúde para garantir a ampliação do teste do pezinho aos municípios.
Atendimento de qualidade
Iniciado em 2002 de forma embrionária no Hospital de Clínicas, o Telessaúde se tornou projeto-piloto em 2007, com investimentos recebidos em equipamentos e na plataforma utilizada para o sistema. Em 2013, parceria entre a UFPR, a SESA, quatro universidades estaduais e a Escola de Saúde Pública garantiu a operação do sistema, que atende a 29 municípios da Região Metropolitana de Curitiba. Em apenas 1,5 ano, o serviço prestou 20 mil consultas.
Participaram da assinatura ainda o chefe da Divisão Médica do HC, Edison Novak;
a coordenadora universitária doTelessaúde, Monica Silveira, e a superintendente de Atenção à Saúde da SESA, Márcia Huçulak. “O sistema possibilitou enormes avanços na redução de filas, no atendimento mais ágil e na melhoria da qualidade do serviço. A nova fase do projeto será um grande desafio para nós”, disse Novak.

Por Aurélio Munhoz

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...