Comunidade universitária lamenta a morte do professor Antunes

10 julho, 2013
12:21
Por Gustavo Santos
0
UFPR

 

O ex-reitor Carlos Antunes - Foto: Arquivo UFPR

Tomada de surpresa pelo falecimento do professor e ex-reitor Carlos Roberto Antunes dos Santos, a comunidade universitária manifestou-se lamentando a perda.

O reitor Zaki Akel Sobrinho falou sobre o trabalho do professor Antunes na UFPR. Lembrou que ele enfrentou tempos difíceis com a falta de recursos, numa época em que as universidades não eram prioridade do governo federal. Zaki contou que por diversas vezes se aconselhou com o ex-reitor e ele sempre sugeriu medidas que pudessem beneficiar todo o Estado. Antunes administrava a UFPR quando o Prédio Histórico foi escolhido símbolo de Curitiba. “Foi por influência do professor Antunes que a educação passou a ser símbolo da capital dos paranaenses”, destacou o atual reitor. Zaki citou ainda a atuação de Antunes na Andifes, que presidiu durante o mandato.

O professor Mário Pederneiras, que atuou em diversos cargos administrativos ao lado do professor Antunes, destacou a grande perda institucional e também pessoal. “Era um grande amigo. A característica dele como gestor sempre foi a congregação. Na UFPR, ele conseguiu congregar no movimento dos professores pessoas com diferentes visões de universidade, mas com o mesmo princípio de entender a instituição com espírito crítico, qualidade e postura ética. Como reitor, também reuniu pessoas com pensamentos diferentes, mas sem perder a direção. Ele sabia trabalhar com o contraditório. Foi isso que o levou à presidência da Andifes e à Secretaria de Ensino Superior. Inclusive, o Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior, hoje uma política de Estado, nasceu de uma comissão criada por ele na Sesu (Secretaria de Educação Superior do MEC)”.

O ex-reitor Carlos Augusto Moreira Júnior, que sucedeu o professor Antunes na Reitoria, também comentou o falecimento do ex-reitor e, assim como Zaki Akel, destacou a campanha para eleger o Prédio da UFPR como símbolo de Curitiba. Moreira comentou ainda as dificuldades que ele enfrentou para fazer a UFPR crescer, porque naquele período (1998 a 2002) o governo federal não dava a devida importância para as universidades, principalmente para a UFPR. “Antunes foi um reitor muito importante para a Universidade”. Ele tinha influência política com os dirigentes do MEC em Brasília.

“Além de amigos, éramos torcedores do Atlético. Já fomos até adversários em 2003 nas eleições para a Reitoria”, lembrou o ex-reitor José Henrique de Faria por ocasião do falecimento do professor Carlos Antunes. Estivemos juntos há cerca de um mês, quando trocamos ideias sobre minha viagem à França, uma vez que Antunes morou naquele país”. A história da gestão do professor Carlos Antunes enquanto reitor da UFPR, no período de 1998 a 2002, foi um legado de luta e resistência daqueles que tinham, na época, o compromisso com uma universidade pública de qualidade, contou o professor Faria.

Ressaltou também o tempo em que Antunes atuou à frente da Secretaria de Educação Superior do MEC: cargo que lhe foi conferido em reconhecimento ao seu desempenho na Reitoria da UFPR. “Ainda como pesquisador, inaugurou uma nova linha de estudos que deu muitos frutos retratando de maneira fiel a história da alimentação no Paraná e sua repercussão na população do estado”, destacou o professor Faria. Sem dúvida, a morte do professor Antunes representa uma grande perda para a universidade.

texto das jornalistas Simone Meirelles e Sônia Loyola

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]