logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Começa na UFPR o 3º Encontro Brasileiro de Física de Solos

Professor Robson Armindo na abertura do encontro (fotos Marcos Solivan)
Professor Robson Armindo na abertura do encontro (fotos Marcos Solivan)

Professores, pesquisadores e pós-graduandos da área de Física de Solos, do Brasil e de outros países, estão reunidos esta semana na Universidade Federal do Paraná para o 3º Encontro Brasileiro de Física de Solos (3rd Brazilian Soil Physics Meeting), que começou nesta segunda-feira (4) e prossegue até sexta-feira (08/05). Durante a abertura, o presidente da comissão organizadora, professor Robson Armindo, da UFPR, destacou a oportunidade de contato entre os participantes e palestrantes renomados internacionalmente. “Por ser em inglês, o evento prepara e incentiva os estudantes para pesquisas internacionais, visto que as principais revistas de impacto na área são escritas nessa língua”, observou.
Professor Quirijn de Jong Van Lier
Professor Quirijn de Jong Van Lier

O palestrante Quirijn de Jong Van Lier (USP/SP), que participou da organização do primeiro evento do gênero, em 2011, e também é membro da comissão organizadora deste, ressaltou o objetivo de incentivo de intercâmbio em pós-graduação e estágios. Outro ponto importante, na sua opinião, é o olhar mais amplo que o evento oferece aos participantes. “A pesquisa brasileira, seja nos temas, seja nos métodos, às vezes fica restrita ao nosso universo, por isso a ênfase em trazer palestrantes e participantes de outros países”, completa.
As discussões durante o evento prometem trazer aprofundamento teórico e também alguma polêmica. Em sua palestra na próxima quinta-feira, Van Lier pretende abordar um tema provocativo. Com o tema ‘The Least Limiting Water Range and other “indicators”: the threat they represent for soil physics in Brazil “, o professor vai levantar a discussão sobre a necessidade de os pesquisadores brasileiros aprofundarem a fundamentação científica antes de fazer experimentos, o que não acontece na prática, na sua opinião.
Mesa de abertura reuniu autoridades, incluindo o reitor Zaki Akel Sobrinho
Mesa de abertura reuniu autoridades, incluindo o reitor Zaki Akel Sobrinho

Participaram da abertura do seminário o reitor da UFPR, Zaki Akel Sobrinho; o diretor do Setor de Ciências Agrárias, professor Amadeu Bona Filho, o presidente da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, Gonçalo Signorelli de Farias, a pesquisadora do Serviço Geológico do Brasil do Rio de Janeiro, Marta Vasconcelos Ottoni, o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo da UFPR, professor Volnei Pauletti, e diversas autoridades universitárias.
O reitor Zaki Akel Sobrinho destacou o crescimento de 50% nas vagas de graduação e pós-graduação da UFPR nos últimos anos, quando a instituição atingiu 131 cursos de mestrado e doutorado. Diante disso, a instituição se mostra cada vez mais aberta para a internacionalização, e, segundo ele, eventos de cunho internacional como o 3º Encontro Brasileiro de Física de Solos vêm justamente colaborar com esses objetivos.
Entre os palestrantes convidados para o encontro estão: Carlos Manoel Pedro Vaz (Embrapa/SP), Dennis Timlin (Crop Systems and Global Change Laboratory
Beltsville, USA), Marcel G. Schaap (University of Arizona, USA), Jan Vanderborght (Faculty of Bioscience Engineering, KU Leuven, Bélgica), Luís Carlos Timm (Universidade Federal de Pelotas/RS), Luiz Fernando Pires (UEPG/PR), Massato Kobiyama (UFRS/RS), Nelson Luís da Costa Dias (UFPR/PR), Paulo Justiniano Ribeiro Jr, (UFPR/PR), Nunzio Romano (Univeristy of Naples, Itália), Wolfgang Durner (Institute of Geoecology, Braunschweig, Alemanha), Quirijn de Jong Van Lier (USP/SP), Karletta Chief (University of Arizona, EUA), Irani dos Santos – UFPR). Todos os palestrantes têm trabalhos relevantes internacionalmente na área de física de solos.

O evento conta com cerca de 120 inscritos e as atividades estão sendo realizadas no Anfiteatro do Bloco Didático do Setor de Ciências Agrárias da UFPR (Rua dos Funcionários, 1540). Todas as palestras são em inglês, com tradução simultânea disponível.
Mais informações: http://www.agrarias.ufpr.br/portal/bspm2015.

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...