logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Colóquio Sul-Brasileiro debate pesquisas em Ciências Forenses em Curitiba

Foto: Marcos Solivan
Foto: Marcos Solivan

Foi aberto hoje (19) o I Colóquio Sul-Brasileiro sobre Pesquisas em Ciências Forenses. O evento é uma iniciativa do Departamento de Geologia da UFPR, em parceria com a Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal no Paraná, com o objetivo de tornar público o progresso das pesquisas em Ciências Forenses nas mais diversas áreas do conhecimento.

Estiveram presentes na abertura do evento o delegado regional executivo José Washington Luiz Santos, que representou o delegado Rosalvo Ferreira Franco, que comanda a Superintendência da Polícia Federal no Paraná; o chefe do Setor de Perícia Criminal da Superintendência Regional da PF no Paraná, Fábio Augusto da Silva Salvador; a professora do Departamento de Geologia da UFPR e coordenadora do evento, Cristina Valle Pinto-Coelho; e o vice-reitor da UFPR, Rogério Andrade Mulinari.

Para ilustrar a importância do evento, que reúne a academia e a Polícia Federal, o delegado José Washington Luiz Santos lembrou o exemplo recente da Operação Lava-Jato, quando os profissionais da perícia tiveram que avaliar várias obras de arte apreendidas na operação. “Nós buscamos parcerias com duas universidades, a UFMG e a USP, para capacitar os profissionais para que pudéssemos ter um trabalho realizado com eficiência”, afirmou Santos. “As parcerias têm se tornado rotina, como a que fizemos com a UFPR para esse evento.”

O vice-reitor da UFPR, Rogério Mulinari, destacou a grande contribuição do Departamento de Geologia em pesquisas de diversas áreas do conhecimento, com projetos de interesse nacional, nas áreas de prospecção de petróleo, médica, de ciências da saúde e ciências forenses, entre outras. “É um momento especial para a Universidade contribuir para o avanço do conhecimento científico e desenvolver ainda mais as competências tão importantes no processo de investigação, em que a Polícia Federal tem reconhecida competência”, afirmou Mulinari.

A palestra de abertura ficou por conta da professora Beatriz Helena Sottile França, da UFPR e da PUCPR, que falou sobre “A perícia, a ética e a ciência”. Ela disse em sua palestra que há uma carência de pesquisas na área de perícia no Brasil, e ressaltou a importância de parcerias entre as universidades e outras instituições que usam da ciência no seu trabalho.

O I Colóquio Sul-Brasileiro sobre Pesquisas em Ciências Forenses tem caráter multidisciplinar e terá dez palestras e uma mesa-redonda versando sobre o desenvolvimento técnico-científico das Ciências Forenses no Brasil, abordando tópicos de Ciências da Saúde, Ciências Exatas e da Terra, Engenharia e mais. O evento acontece até a sexta-feira (20), no Auditório da Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal no Paraná.

 

Mais informações: Link

Veja mais fotos do evento neste link.

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...