logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

CNPq aprova quatro projetos de pesquisa da UFPR

foto: Leonardo Bettinelli
foto: Leonardo Bettinelli

A UFPR tem quatro novas pesquisas aprovadas pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). São propostas que estavam em análise desde 2014, de um total de 345 projetos de 107 instituições, envolvendo 31 mil pesquisadores. A relação dos projetos selecionados acaba de ser divulgada pelo INCT (Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia).
Na UFPR as quatro pesquisas que deverão receber recursos federais envolvem perto de 40 pesquisadores. Apesar da aprovação, ainda não há prazo de quando os valores serão liberados. Os estudos versam sobre: Rede Nacional de Inovação na Biotecnologia Agroindustrial e Agroalimentar, coordenada pelo professor Carlos Ricardo Soccol, da área de biotecnologia; Geração de Energia, Sensores e Transporte de Spin em Materiais Avançados, sob a coordenação do professor Ivo Alexandre Hummelgen, do Departamento de Física.
Outro projeto selecionado trata da criação de uma Rede de Excelência em Regiões Urbanas, na área de Engenharia Florestal, liderado pela pesquisadora Daniela Biondi Batista. Foi aprovada ainda pesquisa sobre Fixação Biológica de Nitrogênio, coordenada pelo professor Fábio de Oliveira Pedrosa, do Departamento de Bioquímica. Este projeto visa avançar nas pesquisas realizadas pelo Núcleo de Fixação Biológica de Nitrogênio, que buscam a transferência dos genes de fixação de nitrogênio para as plantas, com o objetivo de acelerar o crescimento e aumentar a qualidade da produção.
Além destes quatro programas, houve a aprovação de outros projetos de pesquisadores da UFPR em parceria com cientistas de outras instituições, como as pesquisas com a Universidade Federal de Viçosa (MG), na área de Nanocompósitos e Biorrefinaria; com a Fundação Oswaldo Cruz, na área de Microbiologia, com a Fundação Oswaldo Cruz; e Magnéticos, na área de Física, entre outros projetos. Para a coordenadora de pesquisas da UFPR, Graciela Bolzon de Muniz, a aprovação dessas pesquisas representa o reconhecimento da qualidade dos estudos que são desenvolvidos na UFPR. Em média, cada projeto está orçado em R$ 4 milhões, de acordo com a coordenadora.

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...