Biólogos do CEM registram nascimento de filhotes de tartaruga-cabeçuda pela primeira vez no litoral paranaense

06 abril, 2018
10:22
Por Lais Murakami
0
Ciência e Tecnologia

Pela primeira vez, o litoral paranaense constatou o nascimento de filhotes de tartaruga-cabeçuda (Caretta Caretta), espécie rara que costuma se reproduzir apenas em regiões de temperaturas elevadas. A desova foi registrada no dia 29 de janeiro pelo Centro de Estudos do Mar (CEM) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e, no dia 31 de março, a equipe que monitorava o ninho verificou características de nascimento e vestígios da eclosão dos ovos. Em seguida, foi possível acompanhar a caminhada das tartarugas até o mar.

Foto: CEM UFPR

Os 131 ovos que foram encontrados no balneário Carmery, em Pontal do Paraná, em janeiro, foram realocados por biólogos do CEM para o balneário de Pontal do Sul, local sem alagamentos e com menos raízes, onde foi possível realizar o monitoramento da desova durante os 63 dias de desenvolvimento dos filhotes.

“Tivemos areia com temperatura suficiente para que os ovos se desenvolvessem e eclodissem. O nascimento das tartaruguinhas mostra a importância do nosso litoral na conservação da fauna e flora”, afirma Camila Domit, bióloga e integrante do Laboratório de Ecologia e Conservação de Mamiferos e Répteis Marinhos (LEC) do CEM. Dos 131 ovos encontrados, cinco animais nasceram e chegaram ao mar.

Assista a caminhada dos filhotes de tartaruga-cabeçuda em direção ao mar:

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]