Artigo de pesquisadores do ITTI conquista 3º lugar em Premiação Nacional

14 novembro, 2017
12:00
Por
0
UFPR

Dois pesquisadores do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (ITTI) da UFPR conquistaram o terceiro lugar no Prêmio Antaq 2017 de Sustentabilidade Aquaviária com o artigo científico “Avaliação Hidromorfológica do uso de espigões em hidrovias – Estudo de Caso: Passo do Jacaré”.

O estudo é de autoria do engenheiro civil Gustavo Pacheco Tomas e de coautoria do professor Tobias Bleninger. A premiação ocorreu na última quinta-feira (9) na Sede da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), em Brasília.

O artigo concorreu na categoria “Artigo Técnico e Científico” com outras publicações acadêmicas de todo o Brasil. Outras três categorias também foram reconhecidas: Iniciativas Inovadoras, Qualidade de Atendimento ao Usuário, e Desempenho Ambiental.

Pesquisa

Atualmente Tomas é doutorando do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambiental (PPGERHA) da UFPR e engenheiro civil do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (ITTI). O artigo abordou a pesquisa realizada pelo autor durante seu mestrado, também realizado no PPGERHA, sob a orientação de Bleninger.

A pesquisa foi desenvolvida a partir de dados obtidos pelo ITTI durante a elaboração do Projeto executivo da dragagem do Passo do Jacaré – Hidrovia Paraguai-Paraná.  “O Instituto me forneceu todos os dados utilizados na elaboração do projeto de dragagem, desde levantamentos batimétricos até medições de velocidade do escoamento. Estas informações foram essenciais para a efetividade do trabalho”, afirmou o pesquisador.   

Para Bleninger, as pesquisas desenvolvidas na universidade devem ser amplamente divulgadas.  “A premiação e o reconhecimento, vindo de um importante órgão governamental como a Antaq, estimula ainda mais o pesquisador, pois mostra que o seu trabalho tem aplicabilidade e credibilidade”, destaca o professor.

Sobre o Prêmio Antaq 2017

Na premiação, o diretor-geral da Antaq, Adalberto Tokarski destacou que o prêmio é fundamental como reconhecimento de trabalhos de excelência realizados nos setores portuário e de navegação. A questão da sustentabilidade é primordial para a Agência. “Esse prêmio valoriza aqueles e aquelas que contribuem para uma logística eficiente e, acima de tudo, que vai ao encontro do meio ambiente”, afirmou.

 

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]