logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Adesão ao Mais Médicos supera expectativas no Paraná

O vice-reitor Rogério Mulinari (em pé): "“Nós sempre tivemos a visão de que este programa é importante". Foto: Celso Guaripuna/TV UFPR

A técnica do Ministério da Saúde responsável pelo Programa Mais Médicos no Paraná, Angela Pistelli, disse hoje em Curitiba que o projeto superou as expectativas no Estado. Dos 399 municípios paranaenses, apenas 86 não aderiram ao programa, que começou a ser implantado há 1,4 ano. “Os números falam por si mesmos. A expectativa de adesão ao programa foi 30% maior do que imaginávamos”, comentou.

De acordo com Angela, dos 86 municípios que ainda não aderiram, vinte estão solicitando informações para participar do programa, que registrou a desistência de apenas dois médicos desde seu início – um em Londrina e outro em Foz do Iguaçu. “Eles veem os resultados positivos do programa nos municípios vizinhos e se interessam em saber mais para participar também”, disse ela, que participou de uma reunião no auditório do Setor de Ciências da Saúde, no Hospital de Clínicas, para debater o Mais Médicos.

A UFPR (Universidade Federal do Paraná) tem participação ativa no projeto. O coordenador dos dez tutores do Mais Médicos no Paraná é o chefe do Departamento de Saúde Comunitária da UFPR, professor Edevar Daniel. No início, o projeto também ganhou impulso por iniciativa do vice-reitor, Rogério Andrade Mulinari; da diretora do Setor de Ciências da Saúde, Claudete Reggiani Mello; e do professor Edison Luiz Almeida Tizzot.

“Nós sempre tivemos a visão de que este programa é importante. Além da supervisão dos alunos da graduação, também tínhamos expertise na supervisão dos médicos graduados. Nós sabíamos que, se o programa desse certo, seria bom para todos”,  comentou o vice-reitor, que participou da reunião ao lado do cônsul de Cuba no Brasil, Ernesto Osorio; da coordenadora estadual do programa junto à Secretaria da Saúde do Paraná, Maria Cristina Tanaka Arai; da professora Claudete Mello; e do secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda.

Mais atendimentos e integração cultural

O cônsul Ernesto Osorio fez um agradecimento especial pelo apoio que os profissionais de Cuba recebem no Brasil. “Eu estou no Brasil há cinco meses e faltava visitar o Paraná. Vim agradecer pelo apoio que estamos recebendo aqui”, disse, seguido da diretora do Setor de Ciências da Saúde, Claudete Reggiani Mello. “Esta oficina que realizamos hoje completa o belo trabalho que o Mais Médicos faz no Paraná. Que em 2015 possamos continuar atingindo resultados melhores, com mais atendimentos à população”, disse.

Edevar Daniel explicou que o projeto reúne 864 profissionais no Estado (quarenta em Curitiba), dos quais setecentos cubanos. Os demais são brasileiros e profissionais de quatorze países que fazem intercâmbio . Um novo edital para a contratação de mais profissionais será aberto no final deste ano. “O número de médicos a ser contratado dependerá da demanda dos municípios”, explicou o tutor.

O projeto registrou aumento de 14% nos atendimentos emergenciais na saúde básica no Paraná, saltando de 77 mil para 87,9 mil. Computou ainda aumento nas consultas de pré-natal (56,3%) e de saúde mental – de 19,1 mil para 27,3 mil.“O projeto valoriza muito a atenção básica e a população tem dado uma ótima resposta ao programa em todo o Estado”, comentou Daniel.

Segundo o secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda,os resultados obtidos pelo projeto em Curitiba e no Paraná são excepcionais. Ele elogiou o papel da UFPR na viabilização do projeto e disse que a cidade registra uma experiência “extremamente positiva” com o programa. “Além da ampliação do número de consultas e da qualidade dos atendimentos, houve um intercâmbio cultural altamente positivo entre os médicos de vários países. É muito importante ver como são os procedimentos profissionais dos médicos em outros países, no aspecto ético, e fazermos uma reflexão sobre a formação que temos no Brasil”, avaliou.

 

Por Aurélio Munhoz

 

 

 

 

 

 

 

 

Sugestões

Capitães da areia é a obra do mês de agosto do Clube do Livro
A segunda temporada do Clube do Livro, promovida pelo Sistema de Bibliotecas (SiBi) da Universidade...
Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para alunos da UFPR
O projeto de extensão “Ciência para Todos” está com inscrições abertas para o processo seletivo e trainee....
Projeto da UFPR oferece treinamento gratuito de futebol para meninas
Com o objetivo de trabalhar o desenvolvimento integral de meninas entre 10 e 14 anos através da prática...
Inscrições para cursos extensivos do Celin para novos alunos iniciam em 7 de agosto
As inscrições para os cursos extensivos ofertados pelo Centro de Línguas e Interculturalidade (Celin)...