logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Ações solidárias garantem importância entre atividades de recepção aos calouros

Entre as atividades de recepção aos calouros dos cursos de Sociais Aplicadas, foi realizada Aula Magna com divulgação de informações importantes aos novos alunos. FOTO: Samira Chami Neves
Entre as atividades de recepção aos calouros dos cursos de Sociais Aplicadas nesta semana, foi realizada Aula Magna com divulgação de informações importantes aos novos alunos. FOTO: Samira Chami Neves/ACS

Não são só salas de aula, corredores, pátios e RUs da UFPR que ganharam vida nos últimos dias. Com o retorno de alunos veteranos e a chegada dos calouros à Universidade, esta semana tem sido de muito movimento, bate-papo, novos conhecimentos e interação entre a comunidade acadêmica e a sociedade.

Como vem sendo feito nos últimos anos, a primeira semana de aulas do semestre é dedicada a recepção e socialização dos novos alunos ao ambiente universitário e à dinâmica de seu curso. As atividades são organizadas pelas Comissões Setoriais de Recepção aos Calouros – com participação de estudantes, professores e funcionários, além de apoio da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae).

Vários cursos incluíram aaaaa como forma de integração entre veteranos e calouros. FOTO: Acervo ACS
Vários cursos incluíram revitalização de espaços públicos como forma de integração entre veteranos e calouros. FOTO: Acervo ACS

Entre as programações mobilizadas pelos próprios alunos, a promoção de ações sociais vem se tornando tradição no lugar dos conhecidos “trotes”. Cursos de perfis bastante diversos têm se integrado no foco solidário para as atividades de recepção. Engenharia Mecânica, Odontologia, Engenharia Química, Bioprocessos e Biotecnologia, Arquitetura e Urbanismo são alguns dos que dedicarão o momento à revitalização de escolas e creches, por exemplo.

No interior do estado, a preocupação em associar a entrada no ambiente acadêmico público com um retorno positivo à cidadania das comunidades também tem sido o norteador das ações de boas-vindas aos calouros. Em Jandaia do Sul, a programação envolve arrecadação de alimentos, campanhas de incentivo à leitura, mutirões para limpeza de rio e áreas de convivência, entre outras atividades solidárias.

Arrecadação de alimentos, campanhas de incentivo à leitura e recuperação de áreas de convivência são algumas das atividades que o campus de Jandaia do Sul inclui na programação de recepção aos estudantes. FOTO: Ana Assunção/ACS
Arrecadação de alimentos, campanhas de incentivo à leitura e recuperação de áreas de convivência são algumas das atividades que o campus de Jandaia do Sul inclui na programação de recepção aos estudantes. FOTO: Ana Assunção/ACS

Para ter acesso à programação completa de recepção aos calouros na UFPR, acesse o site da Prae. Nesse espaço também estão disponíveis informações sobre diversos serviços úteis aos alunos, como bibliotecas, casas estudantis, Ouvidoria, restaurantes universitários, transporte intercampi, webmail e muitos outros.

Atenção especial

Dentro do conceito de solidariedade, neste ano a UFPR tem buscado garantir um enfoque especial para o combate à proliferação dos mosquitos do gênero Aedes. No mês passado, a Universidade lançou a iniciativa Observatório do Aedes, que inclui, além de uma campanha educativa, ações como a criação de um canal de informações no Whatsapp e via e-mails para monitoramento dos espaços da comunidade acadêmica que apresentem focos do mosquito – e posterior erradicação dos criadouros – e capacitação e organização de grupos de facilitadores que trabalharão ativamente no combate ao mosquito em todos os campi.

mosquito_banner_02No hotsite do Observatório, é possível ainda conhecer algumas das pesquisas desenvolvidas na UFPR sobre o tema, assim como dicas, notícias, imagens exclusivas, vídeos e materiais publicitários para orientação e mobilização da comunidade acadêmica.

Sem violência

No mesmo sentido de promover uma cultura mais humana dentro da Universidade – além das diversas frentes de estímulo à pesquisa e ao combate da violência – uma iniciativa inédita entre as universidades federais passou a integrar as políticas institucionais em defesa dos direitos humanos na UFPR: o programa Conte Conosco. Entre outras ações, a proposta disponibiliza uma plataforma virtual que funciona como grande ambiente onde pessoas que se sentem vítimas da discriminação e da violência podem registrar suas situações e mesmo se encontrar com especialistas e pesquisadores preparados para lidar com as diversas frentes que a problemática pode gerar.

cab_conteconosco[1]Assim, também calouros que se sentirem em meio a um ambiente discriminatório poderão se utilizar do Conte Conosco e contribuir para o fim à violência dentro da universidade.

Sugestões

Post de Evento
Vai ser publicado um Edital sobre ……
Pré-Vestibular Comunitário da UFPR está com vagas remanescentes abertas
O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná...
Provar 2024: UFPR tem 804 vagas abertas em cursos de graduação, inscrições até 11/08
Esta é a última semana para inscrição de interessados em uma das 804 vagas em cursos de graduação oferecidas...
Mestrado acadêmico em Enfermagem recebe inscrições
O Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Paraná oferece 24 vagas para o curso...