logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Workshop de Inovação debate empreendedorismo na UFPR

26837412870_de524c5069_z
A diretora executiva Elenice Novak apresenta a Agência de Inovação UFPR durante Workshop. Foto: Leonardo Bettinelli

Foi aberto nesta quinta-feira (19) o II Workshop de Inovação, promovido pela Agência de Inovação UFPR em parceria com a Clarke Modet & Co. O objetivo do evento é debater empreendedorismo e inovação com investidores, empreendedores, acadêmicos e outros profissionais.

Durante a cerimônia de abertura do Workshop, no campus Jardim Botânico, a diretora executiva da Agência de Inovação UFPR, Elenice Mara Matos Novak, destacou a importância dos ativos intelectuais como âncora para o desenvolvimento de inovação em todo o país. “A proteção e o gerenciamento dos ativos intelectuais e dos ativos intangíveis são fatores de sucesso para qualquer êxito em qualquer ambiente que pretenda o desenvolvimento”, afirmou.

“Quando há uma parceria entre a academia, o governo e o setor produtivo, a sociedade se impulsiona e vai para a frente”, afirmou o reitor da UFPR, Zaki Akel Sobrinho. Ele acredita que é preciso melhorar a proximidade entre a indústria e a academia no Brasil, com o governo sendo facilitador desta parceria. Na UFPR, o empreendedorismo vem sendo tratado como eixo temático em todas as áreas do conhecimento. “Crises vêm e vão, mas os programas estratégicos é que diferenciam as nações. O Brasil é um grande país e terá um futuro brilhante, na medida em que consigamos mudar a nossa realidade, e a questão da proteção e gestão de ativos intelectuais é um dos pilares para avançarmos nesse campo”, disse.

O vice-reitor da UFPR, Rogério Mulinari, lembrou que apesar do Brasil ter grande produtividade científica em nível mundial, o país ainda fica atrás em inovação. “Uma nação não é feita só por uma economia sólida – e a nossa vai se recuperar – também não é feita exclusivamente de fronteiras estáveis – e nós as temos há muito tempo; mas é com ciência, tecnologia e inovação que as nações se afirmam no cenário internacional. Precisamos nos convencer e convencer os outros de que é com inovação que garantiremos a qualidade de vida dos cidadãos”, afirmou.

“Por mais que estejamos no mundo todo, ficamos felizes com os avanços que vemos acontecer dentro das universidades brasileiras, principalmente na intenção de gerir o conhecimento e as inovações”, disse Igor Veras, diretor de desenvolvimento de negócios da Clarke Modet & Co., empresa especializada em propriedade intelectual.

Os participantes do Workshop puderam debater os diferentes aspectos essenciais à proteção e gestão dos Ativos Intelectuais, abordando a necessidade das empresas inovadoras em investir na proteção e gestão dos seus ativos intelectuais, não somente para manter seus investimentos, mas também para alavancar seus resultados decorrentes de pesquisa e desenvolvimento.

A gestão de empresas nascentes também esteve em pauta, com palestra sobre a construção de parcerias entre startups e grandes empresas.

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...