logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

UFPR recebe três premiações no Encontro Brasileiro de Divulgadores da Ciência

Três trabalhos da Universidade Federal do Paraná foram premiados no Encontro Brasileiro de Divulgadores da Ciência no último domingo (28). A ação “Pergunte aos Cientistas” recebeu o prêmio de melhor trabalho na categoria Pesquisa; o programa “InterAntar”, realizado em parceria com a Universidade Federal do ABC, conquistou o prêmio de melhor trabalho na sessão de Relato de Experiência e o projeto de extensão “Meninas e Mulheres nas Ciências” ganhou menção honrosa de melhor pôster de pesquisa.

O evento reuniu divulgadores de ciências profissionais e amadores de diversas áreas, com o intuito de compartilhar experiências, discutir os objetivos da divulgação científica no país, elaborar estratégias para campanhas mais efetivas de comunicação das ciências e encorajar a colaboração na comunidade de divulgadores. Organizada pelo Instituto Principia, Rede Brasileira de Jornalistas e Comunicadores de Ciência (RedeComCiência) e Blogs de Ciência da Unicamp, a programação aconteceu nos dias 27 e 28 de agosto, em São Paulo-SP.

Foto: divulgação

Saiba mais sobre as iniciativas premiadas:

Pergunte aos Cientistas

O trabalho vencedor da categoria Pesquisa analisou a ação Pergunte aos Cientistas, que busca aproximar a sociedade dos cientistas e da ciência produzida na UFPR por meio de uma série de reportagens. Intitulado “Participação do cidadão e combate à desinformação: uma análise da ação Pergunte aos Cientistas”, o trabalho da Agência Escola e do Programa de Pós-graduação em Comunicação da UFPR é de autoria da jornalista e doutoranda Chirlei Kohls, em parceria com a coordenadora da Agência, professora Regiane Regina Ribeiro, e a gerente de comunicação Patrícia Goedert Melo.

“É uma conquista coletiva, que envolve um processo formativo e de experimentação na Agência, diálogo e participação de cientistas da UFPR e principalmente o envolvimento da sociedade, para quem fazemos pesquisa e divulgação científica. Com a aproximação e participação da sociedade e de cientistas, buscamos coletivamente fortalecer um dos papéis da divulgação científica: a democratização do acesso ao conhecimento científico”, destaca Chirlei.

InteAntar

Com coautoria da docente do Setor de Ciências Biológicas da UFPR, Flavia Sant´Anna Rios, “InterAntar: Implementação de um Programa Transmídia para a Mediação das Ciências Polares e Mudanças Climáticas” conquistou o prêmio de melhor trabalho apresentado na sessão de pôster de Relato de Experiência. A iniciativa de ensino, pesquisa e extensão em educação, comunicação e mediação das ciências polares é uma ação coordenada pela Universidade Federal do ABC Paulista, com colaboração da UFPR.

“O InterAntar pautou-se nas premissas dos sistemas transmídias para o desenvolvimento e implementação de projetos de divulgação das ciências polares e mudanças climáticas, reunindo esses temas em várias plataformas midiáticas, como quadrinhos, filmes, livros, games, podcasts, vídeos, entre outras”, explica Flavia. “As linguagens são diversas e construídas para diferentes mídias e públicos, havendo um forte viés para a área educacional, contribuindo para a popularização da ciência”.

Meninas e Mulheres nas Ciências

O trabalho “Divulgação Científica sobre Mulheres Cientistas no Instagram” recebeu menção honrosa como melhor pôster de pesquisa. O projeto estimula a formação, inserção e manutenção científica, acadêmica e tecnológica de meninas e mulheres nas ciências e, ainda, qualifica docentes e estudantes para o trabalho comprometido com a superação das desigualdades de gênero.

“A premiação indica a contribuição que nossas ações possuem para popularizar o trabalho e as informações sobre as cientistas e o quanto fazer isso na rede social amplia o alcance de nosso conteúdo, além de colaborar para aumentar o repertório das pessoas”, afirma a coordenadora do projeto, professora Camila Silveira. A iniciativa embasa práticas educativas e de divulgação científica nos pressupostos da Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS), promovendo os objetivos de aprendizagem nos campos cognitivo, socioemocional e comportamental para os ODS da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas.

O pôster teve autoria de Camila Silveira, Kauana dos Santos, Luciane Dall’Agnese, Éria Semensato, Henrico Cornélio e Everton Bedin.

 

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...