logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

UFPR fará estudo sobre Hidrovia Paraguai-Paraná

Adalberto Tokarski, da Antaq, e reitor Zaki Akel Sobrinho. Estudo deve fortalecer o transporte pela Hidrovia Paraguai-Paraná. Foto: Leonardo Bettinelli

A Universidade Federal do Paraná fará um estudo sobre a prática regulatória, vantagens competitivas e oferta e demanda de carga para a Hidrovia Paraguai-Paraná.

O plano da hidrovia envolve Brasil, Bolívia, Paraguai, Argentina e Uruguai, e prevê obras para adequar a navegabilidade dos Rios Paraguai e Paraná. A hidrovia estende-se por 3.442 km através da América do Sul, desde o estado de Mato Grosso até o Uruguai. A melhora das condições de navegabilidade das hidrovias dos Rios Paraná e Paraguai é uma das metas do Plano Plurianual do Governo Federal.

Nesta quinta-feira (20), o reitor da UFPR, Zaki Akel Sobrinho, recebeu o diretor da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Adalberto Tokarski, para fechar o acordo de cooperação da UFPR no estudo. Também estiveram presentes na reunião Eduardo Ratton, do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (ITTI) da UFPR, e Mário Stamm, do Setor de Infraestrutura da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep).

“A parceria com a UFPR é fundamental para a realização desse estudo”, afirmou Tokarski. Ele destacou que a hidrovia é uma alternativa ao transporte rodoviário que reduz custos e emissão de poluentes, e que está sendo subutilizada.

Zaki Akel Sobrinho disse que a Universidade tem capacidade de oferecer soluções em diversas áreas, e lembrou que o ITTI tem equipes multidisciplinares com competências em todas as áreas necessárias para esse projeto. “Questões de logística têm sido prioridade para nós”, disse o reitor. “Temos estimulado a Universidade a fazer serviços que contribuam com a sociedade.”

Uma equipe da UFPR, por meio do ITTI, já vem fazendo uma série de estudos sobre navegabilidade no Rio Paraguai (leia mais aqui).


Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...