logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

UFPR estuda a construção do Museu de História Natural do Paraná

28842277671_f6eb0018e1_z

Definir mecanismos de reunir e proteger as coleções microbiológicas (insetos, fungos, bactérias, zoologia, botânica, entre outras), são os objetivos do Workshop das Coleções Microbiológicas da Rede TAXonline, que começou nesta quinta-feira (11) na Universidade Federal do Paraná e prossegue até a sexta-feira(12), no Campus do jardim Botânico. O encontro reúne pesquisadores de diversas áreas, principalmente biológicas, saúde e exatas, da UFPR, centros de pesquisa como a Fundação Oswaldo Cruz, além das sete universidades estaduais paranaenses e também de instituições privadas. A Rede TAXonline que está completando 11 anos, atua na troca de experiências e de informações nas pesquisas. Agora é necessário proteger e reconhecer as coleções, de acordo com a coordenadora da Rede de Coleções Biológicas e presidente da Sociedade Brasileira de Zoologia, Luciane Marinoni. Uma resolução está em estudo e deverá ser votada pelo Conselho do Meio Ambiente do Estado para que as coleções de cada instituição possam ser registradas.

Outra meta é reunir essas coleções num ambiente único para quer possam ser visitadas pelo público, com a construção do Museu de História Natural do Paraná. A UFPR analisa a possibilidade de construir o Museu próximo de uma área de Araucária, no Campus do Centro Politécnico. Ainda não há projetos e nem recursos que devem vir tanto do governo federal quanto do estadual e também de instituições privadas. Uma ideia do que poderá ser exposto foi apresentada no encontro pelo vice-reitor, Rogério Mulinari. De acordo com o professor, a coleção de Entomologia da UFPR abriga sete milhões de ítens; o herbário, 85 mil; a paleontologia, 8 mil ítens, além dos outros centros integrantes da Rede. O Museu Botânico Municipal, da Prefeitura de Curitiba tem 400 mil amostras.

palestra do vice-reitor, Rogério Mulinari sobre o Museu de História Natural. Foto: Samira Chami Neves
palestra do vice-reitor, Rogério Mulinari sobre o Museu de História Natural. Foto: Samira Chami Neves

Para o vice-reitor “poucas pessoas têm acesso às nossas coleções” e a construção do museu virá oportunizar o acesso da comunidade à ciência. “Não há nação desenvolvida, sem a criação de uma cultura de investimento em educação e ciência”, destacou Mulinari, na palestra de abertura do Workshop. O pesquisador Carlos Ricardo Socoll, da Biotecnologia, área que tem mais de 70 patentes depositadas no Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI) contribui com a afirmação, ao dizer que um país que reconhece e investe em pesquisas, além de gerar conhecimento, ajuda o seu povo e cria empregos.

O Workshop prossegue nesta sexta-feira, a partir das 08h30m, com palestras sobre coleções microbiológicas coleções de microrganismos, da UFPR, Unicamp, USP, Universidade Estadual de Maringá, Embrapa Soja, Fundação Oswaldo Cruz e da UTFPR. O encontro termina com a definição da Política Estadual de Coleções Biológicas e Ações Imediatas para a consolidação das Coleções Microbiológicas do Estado. O encontro é coordenado pela professora Vânia Vicente, da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação.

confira fotos: https://www.flickr.com/photos/ufpr/albums/72157671408917712

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...