logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Trabalho sobre ilustrações literárias de Poty Lazzarotto ganha Prêmio Capes de Teses

A tese de doutorado “Texto e imagem: a ilustração literária de Poty Lazzarotto”, defendida por Fabrício Vaz Nunes no Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários da UFPR, venceu o Prêmio Capes de Teses 2016 na categoria Letras/Linguística. Nunes estudou 24 obras ilustradas pelo artista paranaense Poty Lazzarotto, analisando como as ilustrações dialogam com o texto em cada uma delas.

A tese premiada foi orientada pela coordenadora do curso de pós-graduação em Letras da UFPR, professora Patrícia da Silva Cardoso, e buscou analisar a maneira como Poty criou variadas interpretações visuais a partir dos textos. O estudo foi organizado a partir dos diferentes elementos literários privilegiados nas ilustrações: a narrativa, os personagens, o ponto de vista, as deformações, as imagens de caráter simbólicos presentes na obra. Segundo Nunes, a pesquisa mostra como a ilustração “conversa” com o texto. “Analisei como Poty relata a história, como ele representa a ação narrada pelo texto, que momento ele elege para traduzir em imagens, que estilo adota”, explica.

O pesquisador recebeu o prêmio em dezembro e agora planeja publicar o trabalho em livro.

O Prêmio Capes de Tese foi criado em 2005 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e é outorgado anualmente em reconhecimento às melhores teses de doutorado aprovadas nos cursos de Pós-Graduação do Sistema Nacional de Pós-Graduação, em 48 áreas do conhecimento. Além das 48 teses premiadas, foram concedidas menções honrosas a mais 88.

O prêmio consiste em diploma, medalha e bolsa de pós-doutorado nacional de até 12 meses para o autor da tese; auxílio para participação em congresso nacional, para o orientador, no valor de R$ 3 mil; distinção a ser outorgada ao orientador, co-orientador e ao programa em que foi defendida a tese; além de passagem aérea e diária para o autor e um dos orientadores da tese premiada para que compareçam à cerimônia de premiação.

Pela Fundação Carlos Chagas são concedidos prêmios adicionais, cobrindo as áreas de Educação e de Ensino, sendo um prêmio para o(a) autor(a) da tese vencedora no valor de R$ 15 mil em cada uma das duas áreas e quatro prêmios na categoria Menção Honrosa no valor de R$ 5 mil cada, sendo duas premiações de Menção Honrosa em cada uma das duas áreas.

Fabrício Vaz Nunes é Bacharel em Gravura pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (1999) e especialista em História da Arte Moderna e Contemporânea pela mesma instituição (2003). Possui mestrado em História da Arte e da Cultura pela Unicamp (2004) e é doutor em Estudos Literários pela Universidade Federal do Paraná (2015).

 

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...