logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Tomam posse os novos coordenadores da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFPR

A posse dos novos coordenadores, hoje. Da esquerda para a direita: André Rodacki, o pró-reitor Francisco Mendonça, o reitor Ricardo Marcelo Fonseca, a vice-reitora Graciela de Muniz, Ana de Oliveira e Larissa Ramina. Imagem: Marcos Solivan.

Com a missão de fortalecer os programas de mestrado e doutorado, ampliar a pesquisa e incentivar estudantes de graduação para a iniciação científica, tomaram posse nesta sexta-feira (24) os coordenadores da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Na coordenadoria de Iniciação Científica assumiu a professora de Direito, Larissa Liz Odreski Ramina; na de Pós-Graduação, o professor e pesquisador 1C (CNPq), André Luiz Félix Rodacki; e na coordenação de pesquisa, a professora e pesquisadora 1C (CNPq), Ana Sofia Clímaco Monteiro de Oliveira. Os novos coordenadores completam a estrutura da Pró-Reitoria na gestão do reitor Marcelo Ricardo Fonseca e da vice-reitora Graciela Bolzón de Muniz, que assumiram a Universidade em dezembro de 2016.
Entre as metas da coordenadora de Pesquisa para os próximos quatro anos, estão a ampliação da visibilidade do conhecimento científico gerado na UFPR, através de uma divulgação mais intensa de resultados das pesquisas; a busca de parcerias com o setor industrial para desenvolvimento de tecnologias inovadoras; e também descobrir novas formas de fomento das pesquisas. Um dos grandes desafios nesta área, de acordo com Ana Sofia, será manter a qualidade dos estudos científicos após o corte de verbas. A Financiadora de Estudos de Estudos e Projetos (Finep) reduziu os recursos em até 50% para 2017.
Outro objetivo na área de pesquisa está ligado às questões éticas dos estudos. Segundo Ana Sofia será necessário estabelecer normativas para diversas questões como a de plágio e apropriação de resultados. “A UFPR tem comitês de ética consolidados e sérios para estudos envolvendo animais e humanos, mas precisa fortalecer algumas práticas envolvendo diversas outras questões”, explica.
Na coordenação de Pós-Graduação, o maior desejo é o de melhorar a qualidade dos 85 programas de mestrado e doutorado, que certamente irão se refletir na elevação dos conceitos, explica André Rodacki, professor do Departamento de Educação Física. A UFPR tem atualmente sete cursos de nível seis e nenhum de nível sete, a maior titulação da Capes. Uma das metas para ampliar esses indicadores, segundo Rodacki, está em trazer professores do exterior para ministrar disciplinas na pós-graduação, fazer novas parcerias com universidades do exterior para obter a cotutela, quando os estudos são realizados em dois países. Há ainda a proposta de criar até cinco novos cursos de mestrado e doutorado nestes próximos anos.
Na área de iniciação científica, o trabalho será direcionado para ampliar a participação de estudantes de graduação em pelo menos 50%. Hoje são 1.800 alunos desenvolvendo pesquisa e sendo orientados por professores de diversas áreas, segundo a nova coordenadora. “A iniciação científica é importante porque descobre novos talentos e forma pesquisadores”, declarou Larissa durante a solenidade de posse. Para atrair mais jovens ao programa a coordenação vai desenvolver junto aos setores e coordenações de curso uma campanha de informação. Muitos alunos nem sabem que podem se inserir na pesquisa de forma oficial, segundo a nova coordenadora. Para 2017, as inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 31 de março. Os alunos devem acessar o site: www.prrpg.ufpr.br. Outra meta é desenvolver estudos para saber o percentual de estudantes da iniciação científica que ingressam no mestrado e depois no doutorado, destacou Larissa Ramina.

Quem são os novos coordenadores

Ana Sofia, coordenadora de Pesquisa. foto: Marcos Solivan

Ana Sofia Clímaco Monteiro de Oliveira que assumiu a coordenação de pesquisas é portuguesa, nascida em Lisboa e professora da UFPR, do Departamento de Engenharia Mecânica desde 1994. Fez mestrado e doutorado em Metalurgia na Universidade de Birmingham, Inglaterra e Pós-Doutorado em engenharia de Superfícies na Universidade da Califórnia, Estados Unidos. Atualmente ministra disciplinas de materiais tanto na graduação como na pós-graduação em Engenharia Mecânica. Ainda coordena o grupo de pesquisa em Engenharia de Superfície, que entre diversos estudos, fabrica estruturas para automóveis utilizando a tecnologia 4.0, reduzindo em até 90% a quantidade de lixo.

André Rodacki, coordenador de Pós-Graduação. Foto: Marcos Solivan

André Luiz Félix Rodacki – professor do Departamento de Educação Física, tem mestrado em Biodinâmica do Movimento pela USP e doutorado em Ciência do Esporte pela Universidade Metropolitana de Manchester, Reino Unido. Desde 2004 participa de processos de avaliação da Capes. É também coordenador da área 21 da Capes, que congrega os cursos de Educação Física, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional e Fisioterapia.

Larissa Ramina, coordenadora de Iniciação Científica

Larissa Liz Odreski Ramina – advogada formada pela UFPR, é professora de Direito Internacional Público e de Direitos Humanos da UFPR, desde 2011. Tem mestrado e doutorado em Direito Internacional e Pós-doutorado pela Universidade francesa de Quest Nanterre La Défense. Foi pesquisadora visitante do Instituto de Estudos Jurídicos da Universidade de Paris I e realiza pesquisas em Direito Internacional.

A solenidade, conduzida pelo reitor Ricardo Marcelo Fonseca e pela vice-reitora Graciela Bolzón de Muniz, contou com a presença do pró-reitor de Pesquisa e Graduação, Francisco de Assis Mendonça, professores, pesquisadores e técnicos da UFPR.

 

 

Sugestões

Progepe lança atividade de saúde e longevidade para aposentados
Aposentadoria nunca foi sinônimo de inatividade. Pensando na qualidade de vida dos servidores aposentados,...
Ciência UFPR: Molécula-ímã tem potencial para revelar a bioquímica por trás de doenças
Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar...
“A SBPC é a marca de que o Brasil acredita e produz ciência da mais alta qualidade”, diz ministra do MCTI
Entre 23 e 29 de julho, aconteceu na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a 75ª Reunião Anual da Sociedade...
Série sobre a ciência produzida nas Universidades brasileiras estreia na TV Brasil
A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições...