logo_branca_ufpr

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ


UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Semana do Servidor 2015 faz encerramento com cidadania

Entrega de donativos à Associação Casa do Pai. Foto: Leonardo Bettinelli
Entrega de donativos à Associação Casa do Pai. Foto: Leonardo Bettinelli
A semente da “Consciência Cidadã”, tema da XX Semana do Servidor, foi plantada em outubro e continuou gerando frutos. Na segunda-feira (21), como encerramento das atividades do evento de 2015, foram entregues doações para a Associação Casa do Pai, uma organização não governamental que abriga crianças de 2 a 16 anos em situação de risco social.

A arrecadação foi possível graças aos participantes da XX Semana do Servidor. A associação recebeu material de limpeza, roupas, brinquedos e aproximadamente 130 quilos de alimentos. A Progepe organizou uma campanha com grande adesão para arrecadar presentes para o Natal das 14 crianças atendidas.

A Casa do Pai foi fundada em 1994 por um grupo de pessoas da sociedade. Possui duas casas lares, uma para meninas e outra para meninos, com capacidade para dez crianças em cada sede. É uma instituição de acolhimento que recebe crianças – com prioridade para grupos de irmãos – encaminhadas pela Vara da Criança e do Adolescente, Conselho Tutelar e SOS Criança.

Grande família
Na Casa do Pai, as crianças recebem muito mais que alimentação, roupas e abrigo. Têm atendimento médico, odontológico, psicopedagógico, psicológico e psicomotor. Estudam, no ensino regular, e ainda participam de atividades de esporte, cultura, lazer e artes. Recebem também o que não entra em cartilhas ou legislações. Recebem o carinho do grupo de 18 funcionários e de alguns voluntários que se dedicam a fazer da Casa do Pai um lar. “Tentamos deixar a casa como uma grande família”, conta Daniele Meireles, coordenadora na ONG.

Entrega de donativos à Associação Casa do Pai. Foto: Leonardo Bettinelli
Entrega de donativos à Associação Casa do Pai. Foto: Leonardo Bettinelli

Na associação, as crianças fazem todas as refeições juntos, interagem, mas também têm suas particularidades respeitadas. É o caso de A, que gosta de Muay thai e é apontado como promessa na arte marcial pelo treinador. Ou C, que tem aulas de musicalização durante o ano e tem seu grande momento de artista nas janelas do Palácio Avenida no espetáculo de Natal em Curitiba.

Para alimentar o corpo e a alma dessas crianças, a Casa do Pai conta com a doação de voluntários, empresas e, ainda, convênios com a prefeitura municipal e o governo estadual. Mas, nem sempre é o suficiente. Segundo Daniele, uma das grandes preocupações é com a instrução das crianças. Para isso, foi criada a campanha “Doe Futuro”, para proporcionar uma formação mais completa, com cursos de línguas, informática, esporte e cultura. Para saber mais sobre a campanha, acesse www.casadopai.org.br.

Sugestões

Informativo UFPR (Destaques da semana de 07/08 a 11/08/2023) 
DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA    🧠🔭 Projeto de extensão Ciência para Todos está com inscrições abertas para...
Setor Palotina: Posse da nova direção
No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com...
Doutoranda que criou programas para incentivar a adoção de cães é homenageada na Câmara de Curitiba 
Na manhã desta terça-feira (8), Lu Baldan, médica veterinária e doutoranda em Ciências Veterinárias na...
UFPR lamenta falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda Santos
A Universidade Federal do Paraná comunica, com pesar, o falecimento do professor aposentado Mauro Lacerda...