Projeto que pesquisa produção de hidrogênio renovável a partir de biogás é selecionado pela Copel

19 junho, 2023
10:48
Por Jéssica Tokarski
0
Carrossel

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) teve uma proposta classificada em primeiro lugar na chamada pública da Copel que selecionou projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) de tecnologias para produção de hidrogênio de baixo carbono oriundo de biomassa, biocombustíveis e outros resíduos de natureza orgânica. Outros 70 projetos, de diversas instituições e regiões do Brasil, concorreram e apenas oito passaram para a segunda fase do edital. Neste momento, serão contratadas as três primeiras propostas classificadas.

O projeto será executado pelo Laboratório de Materiais e Energias Renováveis (Labmater), sob orientação e coordenação do professor Helton José Alves, e conta com uma equipe composta por oito professores, pesquisadores e alunos de pós-graduação do Setor Palotina e do Setor de Tecnologia da UFPR, vinculados aos cursos de Engenharia de Energia, Licenciatura em Computação, Engenharia Elétrica e Engenharia Química. A gestão administrativa e financeira será realizada pela Fundação da Universidade Federal do Paraná (Funpar).

A proposta aproveita o conhecimento acumulado nos últimos dez anos pela equipe envolvida e pelos integrantes do Labmater/UFPR sobre o tema da conversão do biogás, produzido a partir de resíduos orgânicos, para a obtenção de hidrogênio renovável em uma unidade piloto, com a geração de energia elétrica e uso da inteligência artificial.

“Trata-se de uma iniciativa sem precedentes e com potencial para ser replicada em todo o Brasil e em outros países, onde houver disponibilidade de biomassa”, avalia Alves. O conceito do projeto está em sintonia com a descarbonização da economia e vai ao encontro da necessidade de maior uso de fontes renováveis na matriz energética mundial, o que pode contribuir efetivamente com o processo de transição energética.

Entre os objetivos da chamada estão o de prover o desenvolvimento de soluções inovadoras, a melhoria da qualidade de energia elétrica, a racionalização do uso de insumos nos processos produtivos e a redução de impactos na rede elétrica. A Copel disponibilizou um valor global de R$ 7,6 milhões para financiar as propostas aprovadas durante os quatro anos de vigência do credenciamento.

Sugestões

14 agosto, 2023

Desenvolvido na UFPR por parceria internacional, magneto molecular Dy(pn)Cl pode ajudar a investigar o ambiente químico em torno […]

10 agosto, 2023

No último dia 03, aconteceu a posse da nova Direção do Setor Palotina, Gestão 2023 – 2027, com […]

09 agosto, 2023

O projeto de extensão “Pré-Vestibular Comunitário”, do setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está com inscrições […]

07 agosto, 2023

A série “Cientistas do Brasil” é uma produção que mostra a ciência produzida por pesquisadores das Instituições Federais […]